Rosmarinus officinalis L.: uma breve revisão das propriedades farmacológicas relacionadas à Odontologia

Mírian Alencar de Medeiros, José Henrique de Araújo Cruz, Ana Mozzer Medeiros Nóbrega D’ávila, Péricles Natanael Fernandes de Medeiros, Abrahão Alves de Oliveira Filho, Péricles Natanael Fernandes de Medeiros, Abrahão Alves de Oliveira Filho

Resumo


Introdução: A fitorerapia é uma prática antiga, presente desde o prelúdio da humanidade e na odontologia vem acompanhando o crescimento mundial de pesquisas a respeito da s produção e utilização dos fitoterápicos, a fim de se conseguir itens com menor toxicidade e maior acessibilidade à população. Com base nestas informações, torna-se importante o estudo de diferentes espécies vegetais, como a Rosmarinus officinalis L. a fim de se realizar um levantamento das suas principais atividades farmacológicas já comprovadas no combate a enfermidades da cavidade oral. Objetivo: O objetivo desse trabalho é realizar uma revisão de literatura sobre as propriedades farmacológicas da Rosmarinus officinalis L., (alecrim) relacionadas à odontologia. Metodologia: O estudo trata-se de uma revisão bibliográfica narrativa, composta de análise da literatura publicada em livros, artigos de revista impressas e/ou eletrônicas. A pesquisa foi realizada no período de 18 de dezembro de 2017 à 28 de maio de 2018. Resultados: Rosmarinnus officinalis L. pertence à família Lamiaceae, seus principais constituintes responsáveis pelas atividades farmacológicas já encontradas, com efeitos, sobretudo, antimicrobianos são: 1,8-cineole (52,2%), cânfora (15,2%) e α-pinene (12,4%). É possível encontrar na literatura estudos que relatam algumas atividades farmacológicas de R. officinalis L., como efeito antimicrobiano, antibacteriano, antifúngico, antimicobacteriana, anti-inflamatório, antioxidante, antimutagênico, neuroprotetivo, cardioprotetor, modulador de estresse oxidativo e DNA-protetivo. Conclusão: A Rosmarinus officinanilis L. apresenta-se como um viável método de tratamento odontológico, tendo em vista possuir atividades farmacológicas comprovadas em estudos científicos. Sendo assim, é necessária a realização de mais pesquisas que possam aprimorar e assegurar o seu uso.

Texto completo:

PDF


Indexação em Base de Dados (Catálogo de Revistas Científicas)
  • BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia
  • BVS – Biblioteca Virtual em Saúde
  • BIREME - Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe
  • SEER - Diretório de Revistas Brasileiras em SEER
  • DIADORIM - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras
  • PKP - Public Knowledge Project
  • SCHOLAR GOOGLE