Trauma em face com etiologia atípica: relato de caso

José Lucas Soares Ferreira, Luiz Henrique Soares Torres, Mateus Barros Cavalcante, Luiza Monzoli Côvre, Virgílio Bernardino Ferraz Jardim, Bruno de Lira Castelo Branco, Caio Pimenteira Uchôa

Resumo


Introdução: Os traumatismos craniofaciais são observados, diariamente, em hospitais de urgência e acometem especialmente jovens, tendo como causas importantes à agressão física e os acidentes de trânsito, estão entre as principais causas de morte e morbidade no mundo o que representa 50% de todas as mortes traumáticas envolvendo a região da cabeça e da face, as regiões mais acometidas são: A mandíbula e o nariz, seguidos pelo zigoma. Objetivo: O Objetivo do trabalho é relatar um caso de trauma facial e de alta energia de origem atípica. Relato do caso: Paciente gênero masculino, com 31 anos de idade, melanoderma, encaminhado do interior de Alagoas, deu entrada no Hospital Geral do Estado com história de uma explosão de seu aparelho telefônico evoluindo com múltiplos ferimentos em tecido mole e queimaduras; ao exame de tomográfico foi observado múltiplas fraturas na face. No atendimento inicial foi realizado a estabilização do paciente e o tratamento imediato dos ferimentos em face, com copiosa limpeza, desbridamento, suturas e uso de pomadas e curativos para queimadura em face. Conclusão: Em suma, a etiologia do trauma difere das apresentações clássicas da literatura, o que reforça ainda mais a necessidade da atenção para o correto manuseio dos operadores de possíveis objetos explosivos.

Texto completo:

PDF


Indexação em Base de Dados (Catálogo de Revistas Científicas)
  • BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia
  • BVS – Biblioteca Virtual em Saúde
  • BIREME - Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe
  • SEER - Diretório de Revistas Brasileiras em SEER
  • DIADORIM - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras
  • PKP - Public Knowledge Project
  • SCHOLAR GOOGLE