Representação política atual do idoso e o reflexo sobre uma instituição de ensino superior pública

Guilherme Higuchi Kato, Maria Cristina Rosifini Alves Rezende, Laís Maria Pescinini-e-Salzedas, Maria Isabel Rosifini Alves Rezende, Letícia Maria Pescinini-Salzedas, Leda Maria Pescinini Salzedas

Resumo


Introdução: O aumento da expectativa de vida da população tem contribuído para a mudança na estrutura demográfica brasileira e aos indivíduos mais velhos da sociedade estão sendo atribuídos novos papéis sociais. Para efeito legal, idoso é a denominação oficial de todos os indivíduos que tenham sessenta anos de idade ou mais. Os “velhos jovens” são as pessoas com idade entre sessenta e oitenta anos, caracterizadas por um envelhecimento ativo e independente, voltado para a integração e a autogestão. Avalia-se que aumento da expectativa de vida leva a um interesse maior dos idosos pela política, e que elas representam uma geração de pessoas que viveram a política mais intensamente. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi avaliar a participação de políticos com mais de 60 anos de idade nas representações municipal, estadual e federal, e seus reflexos sobre a Faculdade de Odontológica de Araçatuba-UNESP. Material e método: Foi desenvolvida busca nos relatórios das últimas eleições (2016 e 2018) na cidade de Araçatuba e nos estados da Região Sudeste. Resultados: Verificou-se que líderes municipais e estaduais de São Paulo e o presidente são idosos. No Estado de São Paulo 30,2% são políticos idosos, e Região Sudeste são 24,16%. Em ambos, há maior representação na esfera municipal (39,19% e 28,88%). A faixa etária de 60 anos ou mais, na esfera municipal no Estado de São Paulo e no Sudeste, está entre as mais frequentes com valor similar a faixa de 50 a 59 anos; e nas esferas estadual e federal ocupa a terceira posição. Conclusão: Conclui-se que o idoso tem desenvolvido um papel atuante na política, ocupando cerca de um terço das representações, em especial na esfera municipal.  

Descritores: Idoso; Política; Capacidade de Liderança e Governança; Brasil

Referências

  1. Rodrigues LS, Soares GA. Velho, idoso e terceira idade na sociedade contemporânea. Ágora. 2006;4:1-29.
  2. Peixoto C. Entre o estigma e a compaixão e os termos classificatórios:velho, velhote, idoso, terceira idade. In: Barros MML de. (Org.). Velhice ou terceira idade? Rio de Janeiro: FGV;1998. p. 69-84
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeção da População 2018: número de habitantes do país deve parar de crescer em 2047. IBGE, Rio de Janeiro, 2018. Disponível em:<https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/21837-projecao-da-populacao-2018-numero-de-habitantes-do-pais-deve-parar-de-crescer-em-2047>. Acesso em: 08 mai 2020. (tirado de farias 2019)
  4. Tribunal Superior Eleitoral. Brasil tem 147,3 milhões de eleitores aptos a votar nas Eleições 2018. TSE, Comunicação, 2018 Ago 01. Disponível em:<http://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2018/Agosto/brasil-tem-147-3-milhoes-de-eleitores-aptos-a-votar-nas-eleicoes-2018> Acesso em: 08 jun 2019
  5. Martins C, Calil T. Com mais de 60% de deputados e senadores acima dos 50 anos, Congresso não reflete demandas dos jovens. Notícias R7. 2015 Abr 04. Disponível em: <https://noticias.r7.com/brasil/com-mais-de-60-de-deputados-e-senadores-acima-dos-50-anos-congresso-nao-reflete-demandas-dos-jovens-04042015> Acesso em 15 de maio de 2020.
  6. Tribunal Superior Eleitoral. Estatísticas. TSE, Comunicação, 2018. Disponível em:<http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas> Acesso em: 08 jun 2019.
  7. Agência Câmara de Notícias. Nova composição da Câmara ainda tem descompasso em relação ao perfil da população brasileira. 2019 Jan 22. Disponível em: <https://www.camara.leg.br/noticias/550900-nova-composicao-da-camara-ainda-tem-descompasso-em-relacao-ao-perfil-da-populacao-brasileira/>Acesso em 20 de maio de 2020.
  8. Agência Senado. Nova bancada tem o senador mais jovem já eleito no Brasil.Da Redação. Agência Senado. 2018 Out 09. ATUALIZADO 2018 Out 09. Disponível em: <https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2018/10/09/senado-tem-o-senador-mais-jovem-ja-eleito-no-brasil> Acesso em 20 de maio de 2020.
  9. Gazeta do Povo. Especiais Eleições 2016. Resultados das eleições 2016. Prefeitos, vereadores. Disponível em:<https://especiais.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2016/> Acesso em fev 2020.
  10. Gazeta do Povo. Especiais Eleições 2018. Resultados das eleições 2018:Presidente, Governados, Senador, Deputados Federais, Deputados Estaduais. Disponível em:< https://especiais.gazetadopovo.com.br/eleicoes/2018/resultados> Acesso em fev 2020.
  11. Senado Federal. Senadores em Exercício 56a Legislatura(2019-2023). Disponível em:< https://www25.senado.leg.br/web/senadores/em-exercicio/> Acesso em maio 2020.
  12. Farias MFRN, Souza PHV de, Santos VÉ da S. O novo retrato demográfico do Brasil: análise acerca do envelhecimento populacional e suas decorrências econômicas. Rev.Bras.de Direito e Gestão Pública. 2019;7:01-11.
  13. Dearo G.Os candidatos mais velhos das eleições 2018:dois tem mais de 100 anos. Exame.2018 Set 01. Disponível em:https://exame.com/brasil/os-candidatos-mais-velhos-das-eleicoes-2018-dois-tem-mais-de-100-anos/ . Acesso em: 22 mai. 2020
  14. Paixão A, Gelape L. Veja quem são os deputados mais novos e mais velhos eleitos em 2018. Portal G1-Globo.2018 Out 08. Disponível em: <https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2018/eleicao-em-numeros/noticia/2018/10/08/veja-quem-sao-os-deputados-mais-novos-e-mais-velhos-eleitos-em-2018.ghtml> Acesso em 13 de junho de 2020.
  15. Lemos LB de S, Ranincheski S. O perfil sociopolítico dos senadores brasileiros. Senatus. 2002;2(1):33-9.
  16. Caesar G. Perfil médio do deputado federal eleito é homem, branco, casado e com ensino superior. Portal G1-Globo. 2018 Out 21. Disponível em: <https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2018/eleicao-em-numeros/noticia/2018/10/21/perfil-medio-do-deputado-federal-eleito-e-homem-branco-casado-e-com-ensino-superior.ghtml> Acesso em 15 de maio de 2020.
  17. Departamento Intersindical de Assessoria Parlamental-DIAP. Novo congresso nacional em números 2019-2023. Site Diap.org. 2018 Out. Disponível em:<https://static.poder360.com.br/2018/10/Novo-Congresso-Nacional-em-Numeros-2019-2023.pdf> Acesso em 12 de abril de 2020.
  18. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de indicadores socias. Uma análise das condições de vida da população brasileira: 2016. IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais. Rio de Janeiro: IBGE, 2016.146p. Disponível em:<https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv98965.pdf.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21270/archi.v9i1.5097

Indexação em Base de Dados (Catálogo de Revistas Científicas)
  • BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia
  • BVS – Biblioteca Virtual em Saúde
  • BIREME - Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe
  • SEER - Diretório de Revistas Brasileiras em SEER
  • DIADORIM - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras
  • PKP - Public Knowledge Project
  • SCHOLAR GOOGLE