Conhecimentos, atitudes e situação vacinal de graduandos de Medicina sobre Hepatite B

Renan Paes de Camargo, Marina Coimbra da Cruz, Marlene Cabral Coimbra da Cruz

Resumo


Introdução: A Hepatite B, devido sua ampla prevalência, representa um problema de saúde pública mundial. O vírus, encontrado em diversos fluidos corporais, apresenta alta transmissibilidade. A preocupação é ainda maior com profissionais da saúde pelo risco ocupacional, sendo os estudantes mais vulneráveis, devido sua inexperiência prática no manejo de materiais contaminados e, por vezes, falta de informações suficientes para sua proteção individual. Objetivo: avaliar o grau de conhecimento e a atitude de estudantes de Medicina quanto a Hepatite B. Material e Método: estudo de inquérito com alunos de Medicina do primeiro e quarto anos. Resultados: Como comportamentos de risco obteve-se como principal por ambas as turmas o não uso do preservativo. Respectivamente, 83,3% e 97,7% dos alunos do primeiro e quarto anos mostraram-se cientes do risco ocupacional da Medicina. A minoria de ambas as turmas havia esquema vacinal completo e apenas 22 alunos afirmaram terem avaliado a positividade de seu Anti-HBs. Todos os quartanistas reconheceram que biossegurança já havia sido abordada, sendo que 59,1% a julgou boa. A maioria dos alunos de ambas as turmas respondeu corretamente quais os equipamentos de proteção individual necessários para proteção contra o vírus, mas 20,5% dos alunos do sétimo período afirmou que o ensinamento para utilização desses equipamentos deveria ser reforçado. Conclusão: faz-se necessário reforçar as orientações referentes aos meios de transmissão do HBV, maior fiscalização quanto ao status vacinal e sorologia, além de incentivar medidas de precaução tanto nos ambientes de trabalho, quanto fora deles.

Descritores: Hepatite B; Conhecimento; Riscos Ocupacionais.

Referências

  1. Pinheiro J, Zeitoune RCG. Hepatite B: conhecimento e medidas de biossegurança e a saúde do trabalhador de enfermagem. Esc Anna Nery. 2008;12(2):258-64.
  2. Oliveira GLA, Almeida AM, Silva AL, Brandão CMR, Andrade EIG, Cherchiglia ML et al. Antivirais incorporados no Brasil para hepatite B cronica: analise de custo-efetividade. Rev Saúde Pública 2013;47(4):769-80.
  3. Barbosa ASAA, Salotti SRA, Silva SMUR. Nível de conhecimento sobre Hepatite B, estado vacinal e medidas de biossegurança de profissionais de enfermagem em um hospital público do interior paulista. R Epidemiol Control Infec. 2017;7(2):107-12.
  4. World Health Organization. Media Centre: hepatitis B [Internet]; 2017. Disponível em: http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs204/en/ . Acesso em: 10 dez. 2017.
  5. Divisão de Imunização. Vacina contra hepatite B. Rev. Saúde Pública. 2006;40(6):1137-40.
  6. Ministério da Saúde (BR), Portal da Saúde: Calendário Nacional de Vacinação 2017 [Internet]. 2017. Brasília: Ministério da Saúde, 2017. Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/leia-mais-o-ministerio/197-secretaria-svs/13600-calendario-nacional-de-vacinacao . Acesso em: 10 dez. 2017.
  7. Angelo AR, Queiroga AS, Gonçalves LFF, Santos SD, Sousa CDFS, Soares MSM. Hepatite B: Conhecimento e Prática dos Alunos de Odontologia da UFPB. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2007;7(3):211-16.
  8. Nunes AO, Araújo TM, Santos KOB, Mascarenhas MS, Almeida MMG. Vacinação contra hepatite b em trabalhadores da saúde de um Município da Bahia. Rev. Saúde Col. UEFS, Feira de Santana, 2015;5(1):9-16.
  9. Carvalho CMRS, Madeira MZA, Tapety FI, Alves ELM, Martins MCC, Brito JNPO. Aspectos de biossegurança relacionados ao uso do jaleco pelos profissionais de saúde: uma revisão da literatura. Texto contexto - enferm. 2009;18(2):355-60.
  10. Marziale MHP. Subnotificação de acidentes com perfurocortantes na enfermagem. Rev bras enferm. 2003;56(2):164-68.
  11. Oliveira AC, Gonçalves JA. Incidência de acidentes com material perfurocortante entre alunos de graduação em Ciências da Saúde. Cienc Cuid Saude 2009;8(3):385-92.
  12. Simão SAF, Souza V, Borges RAA, Soares CRG, Cortez EA. Fatores associados aos acidentes biológicos entre profissionais de enfermagem. Cogitare Enferm. 2010;15(1):87-91.
  13. Silva-Júnior MF, Assis RIF, Gomes CLR, Miclos PV, Sousa HA, Gomes MJ. Conhecimento atual sobre a necessidade de imunização da hepatite B dos acadêmicos da área da saúde de uma universidade brasileira. Arq Odontol. 2014;50(3):131-37.
  14. Vieira TB, Pereira R, Santos KF, Leal DBR. Soroconversão após a vacinação para Hepatite B em acadêmicos da área da saúde. Disc Scientia 2006;7(1):13-21.
  15. Davis JP. Experience with hepatitis A and B vaccines. Am J Med. 2005;118(10):7-15.
  16. Abich DR, Lima GCS, Lissarassa YPS, Mallet EKV, Comparsi B. Imunização contra o vírus da Hepatite B em estudantes da área da saúde. Contexto & Saúde. 2016;16(30):77-84.
  17. Souza EP, Teixeira MS. Hepatitis B Vaccination coverage and postvaccination serologic testing among medical students at a publica university in brazil. Rev Inst Med trop S Paulo. 2014;56(4):307-11.
  18. Oliveira VC, Guimarães EAA, Costa PM, Lambert CC, Morais PMG, Gontijo TL. Situação vacinal da hepatite B de estudantes da área da saúde. Rev Enf Ref. 2013;serIII(10):119-24.
  19. Shimizu HE, Ribeiro EJG. Ocorrência de acidente de trabalho por materiais perfurocortantes e fluidos biológicos em estudantes e trabalhadores da saúde de um hospital escola de Brasília. Rev Esc Enferm USP. 2002;36(4):367-75.
  20. Gir E, Caffer Netto J, Malaguti SE, Canini SRMS, Hayashida M, Machado AA. Accidents with biological material and immunization against Hepatitis B among students from the health area. Rev Latino-Am Enfermagem. 2008;16(3):401-6.
  21. Garcia LP, Blank VLG. Prevalência de exposições ocupacionais de Cirurgiões-dentistas e auxiliares de consultório dentário a material biológico. Cad Saúde Pública. 2006;22(1):97-108.
  22. Ferreira LQ, Oschiro AC, Cruz MCC, Camargo RP, Cruz MC. Hepatite B: conhecimento e atitudes de acadêmicos de Odontologia. Arch Health Invest, 2018;7(7):258-61.
  23. Silva Júnior MF, Assis RIF, Sousa HA, Miclos PV, Gomes MJ. Conhecimento dos acadêmicos de odontologia da UFES sobre a necessidade de imunização. Rev Bras Pesq Saúde. 2013;15(4):87-94.
  24. Carneiro GGVS, Cangussu MCT. Prevalência presumível, cobertura vacinal, conhecimentos e atitudes relativos à hepatite B em graduandos de Odontologia da Universidade Federal da Bahia. Rev Odontol UNESP. 2009;38(1):7-13.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21270/archi.v8i10.3604

Indexação em Base de Dados (Catálogo de Revistas Científicas)
  • BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia
  • BVS – Biblioteca Virtual em Saúde
  • BIREME - Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe
  • SEER - Diretório de Revistas Brasileiras em SEER
  • DIADORIM - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras
  • PKP - Public Knowledge Project
  • SCHOLAR GOOGLE