O tratamento de fissuras labiopalatinas e seu impacto no processo de inclusão social: uma revisão de literatura

Lorena Layanne Pereira Custódio, Isadora da Costa Filgueira, Vinícius Augusto Carneiro Pereira, Rauhan Gomes de Queiroz, Sandson Cleyton Ferreira da Silva Oliveira, Gymenna Maria Tenório Guênes

Resumo


Introdução: O desenvolvimento da face e cavidade bucal acontece entre quarta e décima segunda semana da vida intrauterina. Distúrbios, nesse período, podem ocasionar a formação de fendas orofaciais. Uma criança com deficiência pode provocar uma crise que atinge toda família, abalando sua identidade, estrutura, funcionamento e convivência social. A escola é um meio de inserção social, mas pode motivar conflitos pelo preconceito gerado pela aparência dessas crianças. Objetivo: Compreender, através de uma revisão bibliográfica, a importância do tratamento de fissuras labiopalatinas no processo de inclusão social. Metodologia: Foram selecionados 18 artigos científicos, publicados a partir de 2013, buscados através de plataformas digitais como Google Acadêmico (10), Scielo (5) e LILACS (3). As palavras chaves utilizadas foram: fenda labial; fenda palatina; inclusão. Elas estão de acordo com os descritores da BIREME. A coleta dos dados deu-se através de leitura, apreensão e reflexão dos trabalhos analisados. Resultados: De acordo com os dados, notou-se que as fendas orofaciais interferem diretamente na qualidade de vida das pessoas. Os principais problemas enfrentados por elas são: prevalência da ansiedade, depressão, inibição social, baixa autoestima, prejuízo em relação à autoimagem, alto nível de stress nos familiares, redução da função cognitiva e do rendimento escolar, problemas de comportamento na escola, dificuldade de comunicação, problemas otorrinolaringológicos (otite média e a perda auditiva), além de problemas odontológicos. Com isso, a atuação multiprofissional em saúde, com abordagem interdisciplinar se mostra necessária para adequada reabilitação e integração do indivíduo na sociedade. Conclusão: As cirurgias (queiloplastia e palatoplastia) são realizadas em tecidos moles com finalidade de reconstruir o lábio e o palato, respectivamente. O impacto psicossocial com o tratamento em indivíduos fissurados e seus benefícios têm sido revelados de forma positiva, pois a correção proporciona melhora da autoestima, imagem corporal e facial, bem como também melhor adaptação e integração social, diminuindo o preconceito.

Texto completo:

PDF


Indexação em Base de Dados (Catálogo de Revistas Científicas)
  • BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia
  • BVS – Biblioteca Virtual em Saúde
  • BIREME - Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe
  • SEER - Diretório de Revistas Brasileiras em SEER
  • DIADORIM - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras
  • PKP - Public Knowledge Project
  • SCHOLAR GOOGLE