Abordagens não cirúrgicas diante da presença de um instrumento fraturado no interior do canal radicular

Sarmiento JAL, Caballero Flores H, Emerenciano Bueno CR, Quintino Trizzi J, Sandoval Cury MT, Veiga Vasques AM, De Lima Machado ME

Resumo


A fratura de instrumentos endodônticos pode ocorrer de forma acidental durante o preparo biomecânico do canal radicular. Atualmente na literatura não existe um protocolo defindo para este tipo de acidente. Assim, o objetivo deste trabalho é apresentar relatos de 4 casos clínicos sobre possíveis condutas a serem clinicamente realizadas diante de uma separação de instrumento. Caso 1: Dente 25 com diagnóstico de pulpite irreversível apresentou fratura de uma lima no terço apical da raiz palatina. A abordagem escolhida foi a ultrapassagem do instrumento fraturado e seu sepultamento na obturação. Caso 2: Dente 26 com diagnóstico de pulpite irrevesível, apresentou-se uma lima fraturada no terço apical da raiz mesiovestibular. Devido a anatomia radicular dificultou-se a ultrapassagem do instrumento. O protocolo escolhido foi a instrumentação e obturação do canal por acima do fragmento fraturado. Caso 3: Dente 26 com presença de uma lima fraturada em todo o comprimento da raiz palatina. O instrumento fraturado foi removido com auxílio de pontas de ultrassom e o canal foi instrumentado e obturado de forma convencional. Caso 4: Dente 25 com presença de rarefação periapical e uma lima fraturada no terço apical da raiz palatina. Frente à impossibilidade de ultrapassagem decidiou-se por instrumentar até o nível da lima fraturada e utilizar medicação intracanal de iodofórmio por 15 dias para posterior obturação por acima do fragmento fraturado. Após 6 meses de proservação, todos os casos de pulpite irreversível apresentavam-se assintomáticos. No caso 4, o qual apresentava rarefação óssea no dente 25, o controle de 1 ano mostrou notável regressão da lesão. Conclui-se que diante a fratura de um instrumento existem diferentes abordagens que podem ser consideradas, e que a escolha delas baseia-se na anatomia do dente, na localização e comprimento do fragmento, e qual fase do tratamento estava sendo realizada quando ocorreu a fratura.

Descritores: Fratura; Instrumentação; Remoção.


Texto completo:

PDF


Indexação em Base de Dados (Catálogo de Revistas Científicas)
  • BBO - Bibliografia Brasileira de Odontologia
  • BVS – Biblioteca Virtual em Saúde
  • BIREME - Portal de Revistas Científicas em Ciências da Saúde
  • LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe
  • SEER - Diretório de Revistas Brasileiras em SEER
  • DIADORIM - Diretório de Políticas de Acesso Aberto das Revistas Científicas Brasileiras
  • PKP - Public Knowledge Project
  • SCHOLAR GOOGLE