OPGr o26 - Cuidados técnicos na coleta e transporte de espécimes clínicos para Laboratório de Microbiologia Odontológica

  • PPM Silva
  • NS Sanches
  • VB Cassucci
  • FM Cavallini
  • RV Ranieri
  • CM Schweitzer
  • E Gaetti-Jardim Jr
  • AC Okamoto

Resumo

As infecções de cabeça e pescoço geralmente são causadas por bactérias anaeróbias obrigatórias que atuam de forma sinergística e fazem parte da microbiota autóctone do complexo estomatognático. Dessa forma, os cuidados na coleta e transporte dos espécimes clínicos para análise microbiológica são ainda mais importantes em função da natureza da microbiota associada a estes processos infecciosos. Assim, o presente estudo teve por finalidade listar os erros mais frequentes e os procedimentos adequados para realização da coleta e transporte de microrganismos anaeróbios e mostrar como tais procedimentos impactam no resultado dos exames solicitados. Avaliando os dados do laboratório de Microbiologia FOA-UNESP, observou-se que a falha mais frequente foi o intervalo de tempo decorrido entre a coleta e o transporte, seguido da não utilização de meio de transporte e ausência dos dados clínicos do paciente, com diagnóstico diferencial. Visto que a maioria dos microrganismos envolvidos são anaeróbios Gram-negativos, o transporte do material até o laboratório não pode ultrapassar 2 horas, entretanto as amostras chegaram ao laboratório com 4 horas de intervalo e outras com 72 h. Uma vez que as infecções orofaciais são mistas, há muitas bactérias Gram-negativas e é necessária a utilização de soluções ou meios de transporte para manter a umidade adequada. A coleta adequada é o que possibilita o isolamento e a identificação do agente etiológico, e por conseguinte, o diagnóstico. Além disso, é a partir dessa coleta que se realiza o antibiograma. Com base nos resultados, verificou-se que a maioria dos profissionais e/ou acadêmicos negligenciam o tempo de transporte e a natureza anaeróbias da infecções bucais, acreditam que a coleta de microrganismos anaeróbios é idêntica à coleta de bactérias aeróbias e facultativas, o que dificulta a realização de exames complementares como cultura e antibiograma.

Descritores: Coleta de Espécimes; Bactérias Anaeróbias; Infecções por Bactérias Gram-Negativas; Diagnóstico Bucal.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-30
Como Citar
Silva, P., Sanches, N., Cassucci, V., Cavallini, F., Ranieri, R., Schweitzer, C., Gaetti-Jardim Jr, E., & Okamoto, A. (2017). OPGr o26 - Cuidados técnicos na coleta e transporte de espécimes clínicos para Laboratório de Microbiologia Odontológica. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 6. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/2466