Avaliação da qualidade de vida de idosos reabilitados com próteses totais convencionais – uma revisão sistemática

  • Campos MFTP, Medeiros AKB, Silva Costa RSG, Melo LA, Tôrres ACSP, Barbosa GAS, Carreiro AFP

Resumo

Objetiva-se avaliar a influência da reabilitação com prótese total convencional (PTs) sobre a qualidade de vida de idosos por meio de uma revisão sistemática da literatura. Como método três revisores realizaram uma busca eletrônica nas bases de dados Medline-Pubmed, Scopus, Lilacs, Scielo, Web of Science e Cochrane Library até Fevereiro de 2018. Participaram da revisão artigos que se enquadraram nos seguintes critérios de inclusão: idade dos participantes ≥ 60 anos, ensaios clínicos controlados ou estudos prospectivos, reabilitação com PTs em ambos os arcos, uso de questionário validado, confecção das próteses por técnica convencional. Como resultados, a partir de 282 títulos e resumos encontrados, 7 artigos se enquadraram nos critérios estabelecidos. Um total de 618 idosos participaram dos estudos. Desses, 360 foram reabilitados com PTs e avaliados após um período de 2, 3, 6 meses ou 2 anos. Os outros 258 receberam próteses sobre implantes, PTs + aconselhamento dietético ou não receberam intervenção. Dos estudos, 5 utilizaram o questionário OHIP, 1 aplicou o GOHAI e 1, o OIDP. Em geral, em todos os artigos, houve um aumento significativo na qualidade de vida dos idosos reabilitados com PTs (p < 0,05). No entanto, quando comparada ao tratamento “sobredentadura mandibular + PT superior”, essa melhora é inferior. Concluiu-se que a reabilitação com PTs promove uma melhora na qualidade de vida de idosos, o que demonstra a importância desse tipo de assistência odontológica, principalmente àqueles que não podem ser submetidos a tratamento reabilitador com implantes.

Descritores: Prótese Total; Qualidade de Vida; Saúde Bucal.

Referências

  1. Moher D, Liberati A, Tetzlaff J, Altman DG. Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: the PRISMA statement. Bmj. 2009; 339:b2535.
  2. Awad MA, Lund JP, Shapiro SH, Locker D, Klemetti E, Chehade A, et al. Oral health status and treatment satisfaction with mandibular implant overdentures and conventional dentures: a randomized clinical trial in a senior population. Int J Prosthodont. 2003; 16(4):390-96.
  3. Goiato MC, Bannwart LC, Moreno A, Dos Santos DM, Martini AP, Pereira LV. Quality of life and stimulus perception in patients' rehabilitated with complete denture. J Oral Rehabil. 2012; 39(6):438-45.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Silva Costa RSG, Melo LA, Tôrres ACSP, Barbosa GAS, Carreiro AFP, C. M. M. A. (2018). Avaliação da qualidade de vida de idosos reabilitados com próteses totais convencionais – uma revisão sistemática. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3281