Avaliação do comportamento reparacional e microestrutural do osso periimplantar de ratas osteoporóticas tratadas com ranelato de estrôncio e OPG-FC humano

  • Coléte J, Yogui FC, Momesso GAC, Ervolino-Silva AC, Mulinari-Santos G, Garcia-Junior IR, Okamoto R

Resumo

Esta pesquisa teve como proposta avaliar a resposta biológica e microestrutural do osso periimplantar de ratas com osteoporose induzida e sob tratamento com medicação anabólica do tecido ósseo. 60 ratas adultas Wistar, foram divididas em 4 grupos (n=10): Grupo OVX, submetidas à ovariectomia bilateral; Grupo SHAM, submetidas à cirurgia fictícia de ovariectomia; Grupo OVX/RE, submetidas à ovariectomia e tratadas com Ranelato de Estrôncio (RE); Grupo OVX/OPG, submetidas à ovariectomia e tratadas com OPG-Fc Humano (OPG-Fc). 30 dias após a ovariectomia, as ratas OVX/RE receberam por gavagem oral 625 mg/Kg de RE diariamente, até a eutanásia e as ratas OVX/OPG receberam via subcutânea a dose de 10mg/Kg  2 vezes por semana de OPG-Fc até a eutanásia. Após 30 dias do início da medicação, cada animal recebeu 1 implante por tíbia. A eutanásia foi realizada 42 dias (análises histológica, biomecânica e imunoistoquímica) e aos 60 dias (microtomografia), após a instalação dos implantes. Os maiores valores de torque reverso foram encontrados no grupo OVX/RE, seguidos de SHAM e OVX (p<0,05, Teste ANOVA/Tukey). A imunomarcação de osteoprotegerina foi mais expressiva nos grupos OVX/RE e SHAM, em comparação com o grupo OVX. A microtomografia mostrou a tendência de melhora na quantidade e qualidade do osso periimplantar no Grupo OVX/RE apresentando diferença estatisticamente significante quando comparado ao grupo OVX e ao Grupo OVX/OPG. Conclui-se que o RE promoveu melhora, quando comparado ao OPG-Fc no comportamento reparacional e estrutural do osso periimplantar.

Descritores: Osteoporose; Regeneração Óssea; Imuno-Histoquímica.

Apoio: FAPESP (Processos 2015/14688-0 e 2015/13712-4)

Referências

  1. Zacchetti G, Dayer R, Rizzoli R, Ammann P. Systemic treatment with strontium ranelate accelerates the filling of a bone defect and improves the material level properties of the healing bone. Biomed Res Int. 2014;2014:549785.
  2. Ominsky MS, Xiaodong L, Asuncion FJ, Barrero M, Warmington KS, Dwyer D et al. RANKL inhibition with osteoprotegerin increases bone strengthby improving cortical and trabecular bone architecture in ovariectomized rats. J Bone Miner Res. 2008; 23(5):672-82.
  3. Ramalho-Ferreira G, Faverani LP, Grossi-Oliveira GA, Okamoto T, Okamoto R. Alveolar bone dynamics in osteoporotic rats treated with raloxifene or alendronate: confocal microscopy analysis. J Biomed Opt. 2015; 20(3):038003.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Ervolino-Silva AC, Mulinari-Santos G, Garcia-Junior IR, Okamoto R, C. J. Y. F. M. G. (2018). Avaliação do comportamento reparacional e microestrutural do osso periimplantar de ratas osteoporóticas tratadas com ranelato de estrôncio e OPG-FC humano. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3284