Complicações com implantes zigomáticos uma revisão sistemática de evidências científicas

  • Ramos EU, Viera dos Santos CC, Guilinelli JL, Condezo AFV, Mendes GCB, Lima TF, Ribeiro Júnior PD, Dos Santos PL

Resumo

A taxa de sucesso dos implantes zigomáticos (ZI) é semelhante. No entanto problemas relacionados com este procedimento são pouco connhecidos. O presente estudo tem como objetivo revisar a literatura para argumentar a ocorrência de complicações relacionadas aos implantes zigomáticos. Realizou-se uma revisão sistemática da literatura. As bases de dados PubMed/Medline, Cochrane Collaboration e SciELO foram analisadas como objetivo de selecionar os estudos publicados em periódicos da área utilizando os descritores: “Complications” ou “Failure” e ”Zygomatic Implants”. Os dados foram organizados em tabelas e analisados qualitativamente e quantitativamente. Os artigos foram classificados com base em escala de vieses da Cochrane. Período analisado de 2001 a 2016. A pesquisa inicial identificou 446 artigos. Outros artigos também foram identificados a partir das citações de referência e encontrados em outras bases de dados. Cada artigo foi revisado, apenas 40 mencionaram quaisquer complicações associadas com ZI e foram considerados no estudo. A complicação mais comum foi sinusite, seguida de periodontite/peri-implantite, problemas na conexão protética, fístula em direção ao implante, parestesia, hematoma, laceração labial, equimose, penetração da cavidade orbital, aspergilosis (sinusites fúngica), penetração intracerebral. Das 2827 ZIs colocadas em carga imediata ou tardia, 43 foram perdidas (1,52%). De 2827 implantes ocorreram 221 intercorrências de menor ou maior grau, ou seja, 7,81%. Pode-se concluir que, apesar da baixa morbidade desse tratamento para atrofia maxilar, há algumas complicações imediatas e tardias devendo ser consideradas na escolha do tratamento de reabilitação e devem ser relatadas no pré-operatório aos pacientes candidatos.

Descritores: Implantes Dentários, Zigoma; Osseointegração.

Referências

  1. Aparicio C et al. A prospective clinical study on titanium implants in the zygomatic arch for prosthetic rehabilitation of the atrophic edentulous maxilla with a follow-up of 6 months to 5 years. Clin Implant Dent Relat Res. 2006; 8(3):114-22.
  2. Bothur S et al. Modified technique using multiple zigomatic implants in reconstruction of the atrophic maxilla: a technical note. Int J oral Maxillofac Implants. 2003; 18(6):902-4.
  3. Peñarrocha M et al. Rehabilitation of severely atrophic maxillae with fixed implant-supported prostheses using zygomatic implants placed using the sinus slot technique: clinical report on a series of 21 patients. Int J Oral Maxillofac Implants. 2007:22:645-50.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Guilinelli JL, Condezo AFV, Mendes GCB, Lima TF, Ribeiro Júnior PD, Dos Santos PL, R. E. V. dos S. C. (2018). Complicações com implantes zigomáticos uma revisão sistemática de evidências científicas. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3294