Funcionalização da liga experimental Ti-Nb-Zr-Ta com revestimento biomimético produzido por plasma eletrolítico de oxidação

  • Nagay BE, Cordeiro JM, Ribeiro ALR, Cruz NC, Rangel EC, Fais LMG, Vaz LG, Barão VAR

Resumo

O presente estudo desenvolveu uma liga experimental de titânio quaternário (Ti) contendo nióbio (Nb), zircônio (Zr) e tântalo (Ta) e avaliou as propriedades superficiais e estabilidade eletroquímica com e sem tratamento de superfície. A liga Ti-35Nb-7Zr-5Ta (% em peso) foi desenvolvida a partir de metais puros e usinada em discos (10×2 mm). Titânio comercialmente puro (Ticp) e Ti-6Al-4V foram usados como controles. Todos os grupos apresentaram duas condições de superfície: usinada e modificada por plasma eletrolítico de oxidação (PEO). A topografia, composição química, cristalografia, rugosidade, energia livre de superfície (ES), dureza e módulo de elasticidade (ME) foram avaliados. O comportamento eletroquímico foi testado em uma solução de fluido corpóreo (pH 7,4). Os dados foram analisados por ANOVA dois fatores e teste Tukey (α=0,05). A liga Ti-Nb-Zr-Ta foi sintetizada com sucesso e apresentou microestrutura β. O tratamento com PEO apresentou aumento estatisticamente significante de rugosidade, ES, dureza e estabilidade eletroquímica. Para as superfícies usinadas, a liga Ti-Nb-Zr-Ta apresentou a menor dureza e ME (p<0,05) e apresentou tendência a uma maior resistência à polarização em relação ao Ticp. As ligas Ticp e Ti-Al-V tratadas com PEO exibiram anatase e rutilo, enquanto a liga experimental exibiu a fase amorfa. A liga Ti-Nb-Zr-Ta parece ser uma boa alternativa para a confecção de implantes dentários, pois apresenta ME mais próximo do osso, viabilidade para tratamento de superfície, estabilidade eletroquímica e ausência de elementos tóxicos.

Descritores: Ligas dentárias; Implantação dentária; Corrosão

Apoio: FAPESP (Processos 2016/11470-6 e 2017/01320-0)

Referências

  1. Liu W, Cheng M, Wahafu T, Zhao Y, Qin H, Wang J et al. Wang, The in vitro and in vivo performance of a strontium-containing coating on the low-modulus Ti35Nb2Ta3Zr alloy formed by micro-arc oxidation. J Mater Sci Mater Med. 2015; 26(7):203.
  2. Cordeiro JM, Beline T, Ribeiro ALR, Rangel EC, da Cruz NC, Landers R et al. Development of binary and ternary titanium alloys for dental implants. Dent. Mater. 2017; 33(11):1244-57.
  3. Durdu S, Usta M, Berkem AS. Bioactive coatings on Ti6Al4V alloy formed by plasma electrolytic oxidation. Surf Coat Technol. 2016; 301:85-93.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Cruz NC, Rangel EC, Fais LMG, Vaz LG, Barão VAR, N. B. C. J. R. A. (2018). Funcionalização da liga experimental Ti-Nb-Zr-Ta com revestimento biomimético produzido por plasma eletrolítico de oxidação. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3326