Influência de diferentes cimentos resinosos sobre a resistência de união entre os constituintes dos pilares híbridos de zircônia

  • Braga LC, Faria JB, Lacerda GP, Leite FPP, Lima CM, Martins JD, Melo LA

Resumo

O propósito deste estudo foi avaliar in-vitro, a resistência de união entre os constituintes dos pilares híbridos de zircônia, comparando diferentes tipos de cimentos resinosos. Foram confeccionadas trinta peças de zircônia por CAD-CAM e divididas em três grupos de acordo com os cimentos resinosos utilizados: Grupo A- cimento auto adesivo de dupla ativação, Grupo B- cimento de dupla ativação convencional e Grupo C- cimento quimicamente ativado. Após cimentação os corpos foram armazenados em água destilada por 24 horas, em seguida submetidos à ciclagem térmica, com banhos em 5o C e 55o C, com 30 segundos de permanência e 2 segundos de deslocamento, totalizando 6.000 ciclos. Os testes de ciclagem mecânica foram realizados com os corpos de prova em água destilada a 37o C, com carga de 100N, frequência de 2Hz e 200.000 ciclos. Em seguida foram feitos testes de tração em máquina de ensaio universal. Os dados obtidos pelo ensaio de tração foram submetidos ao teste ANOVA, com nível de significância de 5%. Anterior a realização deste teste, os dados foram verificados quanto a sua normalidade e homocedasticidade pelos testes de Shapiro-Wilk e Bartlett, respectivamente. O padrão de falha de cimentação foi obtido por analise em estereomicroscópio. Os resultados mostraram que o modo de falha de cimentação do tipo adesiva ocorreu em todos os corpos de provas e que os valores de resistência à tração obtidos para A, B e C não diferiram estatisticamente. A conclusão encontrada foi que os três cimentos resinosos testados proporcionaram retenção eficiente aos pilares híbridos de zircônia.

Descritores: Cimentação; Retenção; Implante.

Referências

  1. Kolgeci L, Mericske E, Worni A, Walker P, Katsoulis J, Mericske-Stern R. Technical complications and failures of zirconia-based prostheses supported by implants followed up to 7 years: a case series. Int J Prosthodont. 2014; 27:544-52.
  2. Chun HJ, Yeo IS, Lee JH, Kim SK, Heo SJ, Koak JY et al. Fracture strength study of internally connected zirconia abutments reinforced with titanium inserts. Int J Oral Maxillofac Implants. 2015; 30:346-50.
  3. Qeblawi DM, Campillo-Funollet M, Muñoz CA. In vitro shear bond strength of two self-adhesive resin cements to zirconia. J Prosthet Dent. 2015; 113:122-27.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Leite FPP, Lima CM, Martins JD, Melo LA, B. L. F. J. L. G. (2018). Influência de diferentes cimentos resinosos sobre a resistência de união entre os constituintes dos pilares híbridos de zircônia. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3333