Morfologia de mandíbula posterior edêntula por meio de tomografia computadorizada de feixe cônico

  • Chicrala GM, Handem RH, Santos PSS, Honório HM, Rubira‐Bullen IRF

Resumo

O estudo tem como objetivo avaliar a mandíbula edêntula quanto à morfologia em região de fossa submandibular (FS) em exames de Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico (TCFC) obtidos para fins de diagnóstico odontológico; correlacionar a profundidade da FS com lado da mandíbula, gênero e idade; e mensurar a distância entre a maior profundidade da FS com o forame mentual (FM). Após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Odontologia de Bauru (CAAE: 38492314.1.0000.5417), foram avaliados retrospectivamente 50 exames de TCFC (100 hemimandíbulas) realizados no equipamento i-CAT Classic, de pacientes desdentados posterior (considera-se a partir do forame mentual). A profundidade da FS apresentou média de 1,29mm (± 0,91mm), variando entre 0 a 3,13mm, sendo superior a 2mm em 27% da amostra. Não houve correlação com a idade (r=-0,043) ou diferença entre homens e mulheres (p=0,454). A distância média do ponto mais profundo da fossa submandibular com o forame mentual foi de 19 mm, não havendo diferença quanto ao gênero (p=0,078) ou ao lado da mandíbula analisado (p=0,109). Quanto mais profunda a fossa, maior a alteração morfológica do contorno da mandíbula em sua face lingual, o que aumenta os riscos de complicações em cirurgias odontológicas. Para isso, o cirurgião-dentista deve saber quando indicar e como interpretar exames complementares como a TCFC, além do conhecimento da anatomia maxilomandibular tomográfica, ajustando o plano de tratamento de acordo com as características anatômicas específicas de cada paciente.

Descritores: Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico; Mandíbula; Variação Anatômica.

Apoio: CAPES, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

Referências

  1. Chan HL, Brooks Sl, Fu JH, Yeh CY, Rudek I, Wang HL. Cross-sectional analysis of the mandibular lingual concavity using cone beam computed tomography. Clin Oral Impl Res. 2011; 22(2):201-6.
  2. Parnia F, Fard EM,  Mahboub F, Hafezegoran A, Gavgani FE. Tomographic volume evaluation of submandibular fossa in patients requiring dental implants. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod. 2010; 109(1):e32-6.
  3. Sumer AP, Zengin AZ, Uzun C, Karoz TB Sumer M, Danaci M. Evaluation of submandibular fossa using computed tomography and panoramic radiography. Oral Radiol. 2015; 31(1):23-7.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Santos PSS, Honório HM, Rubira‐Bullen IRF, C. G. H. R. (2018). Morfologia de mandíbula posterior edêntula por meio de tomografia computadorizada de feixe cônico. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3341