Protocolos de reparo para novos materiais cad/cam híbridos e resinas nanocerâmicas: uma revisão sistemática

  • Vila-Nova TEL, Veríssimo AH, Moura DMD, Araújo GM, Sena LM, Carvalho IHG, Souza KB, Silva SEG, Souza ROA

Resumo

O objetivo desta revisão sistemática foi avaliar na literatura qual o melhor protocolo de reparo de resinas nanocerâmicas e materiais híbridos em CAD/CAM, na resistência de união desses materiais (em estudos in vitro). Este estudo seguiu o PRISMA. Para a busca eletrônica, as bases de dados utilizadas foram PubMed, Scopus e Web of Science, incluindo artigos até março de 2018, em inglês. Assim, 52 artigos foram selecionados para leitura de títulos e resumos, dos quais 15 para leitura completa. Aplicando-se os critérios de elegibilidade, 6 artigos foram incluídos nesta revisão o risco de viés foi realizado, mas nenhum estudo excluído. Os maiores valores de resistência de união para a cerâmica infiltrada por polímero (Vita Enamic- Vita Zahanfarbrik) foi o condicionamento com ácido fluorídrico (60s) seguido pela aplicação do silano. Para as resinas nanocerâmicas (Lava ultimate-3M ESPE e Cerasmart-GC) o Jateamento com óxido de alumínio ou sistema Cojet, como também a asperização com pontas diamantadas seguidos de silano, foram os tratamentos mais indicados. Na maioria dos estudos, o uso de adesivo com MDP apresenta maiores valores de resistência de união no reparo em relação aos demais sistemas adesivos. Conclui-se que o protocolo de reparo para esses materiais variou de acordo com a composição destes e que estudos clínicos são necessários para avaliar a aplicabilidade clínica desses protocolos.

Descritores: CAD-CAM; Polímeros; Cerâmica.

Referências

  1. Elsaka SE. Repair bond strength of resin composite to a novel CAD/CAM hybrid ceramic using different repair systems. Dent Mater J. 2015; 34(2):161-67.
  2. Amaral M, Belli R, Cesar PF, Valandro LF, Petschelt A, Lohbauer U. The potential of novel primers and universal adhesives to bond to zirconia. J Dent. 2014; 42:90-8.
  3. Subasi MG, Alp G. Repair bond strengths of non-aged and aged resin nanoceramics. J Adv Prosthodont. 2017; 9:364-70.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Araújo GM, Sena LM, Carvalho IHG, Souza KB, Silva SEG, Souza ROA, V.-N. T. V. A. M. D. (2018). Protocolos de reparo para novos materiais cad/cam híbridos e resinas nanocerâmicas: uma revisão sistemática. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3356