Tratamentos regenerativos de defeitos de furca classe II. Uma revisão sistemática e meta-análise

  • Fernandes e Oliveira HF, Santinoni CS, Lemos CAA, Cruz RS, Gomes JML, Batista VES, Mestrener LR, Yogui FC, Verri FR

Resumo

O objetivo desta revisão sistemática foi determinar a abordagem terapêutica ideal entre os tratamentos utilizados para defeitos de furca. Foi realizada uma busca nas bases de dados Pubmed/MEDLINE, Scopus e Cochrane, com o descritor “furcation defects”, de acordo com os critérios PRISMA. A busca identificou de 440 referências, e foram selecionados 19 estudos após a aplicação dos critérios de inclusão. Um total de 567 pacientes, com idade média de 47 anos, foram submetidos aos tratamentos de defeitos de furca. A maioria dos estudos incluiu pacientes saudáveis e apenas alguns estudos incluíram pacientes saudáveis e fumantes. Todos os estudos avaliaram o nível de inserção clínica (resultado primário), além de parâmetros como sangramento à sondagem, nível gengival, profundidade de sondagem e índice de placa (resultados secundários). Os biomateriais mais utilizados foram a membrana de politetrafluoroetileno e as proteínas derivadas da matriz do esmalte, respectivamente. Foram utilizadas uma gama de diferentes abordagens terapêuticas. Os períodos de avaliação dos resultados variaram entre 3 e 60 meses. Todos os tratamentos avaliados apresentaram resultados positivos para os parâmetros analisados, e a meta-analise não mostrou diferença significativa entre os tratamentos. Dentro dos limites desta revisão, pode-se concluir que a RTG com membrana de politetrafluoroetileno ou com as proteínas derivadas da matriz do esmalte podem ser utilizados como tratamento efetivo dos defeitos de furca classe II, com resultados previsíveis e estáveis a longo prazo.

Descritores: Biomateriais; Defeitos de Furca; Revisão Sistemática

Referências

  1. Reddy MS, Aichelmann-Reidy ME, Avila-Ortiz G et al. Periodontal regeneration - furcation defects: a consensus report from the AAP Regeneration Workshop. J Periodontol. 2015; 86(2 Suppl):S131-3.
  2. Sanz M, Jepsen K, Eickholz P, Jepsen S. Clinical concepts for regenerative therapy in furcations. Periodontol 2000. 2015; 68(1):308-32.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-10-11
Como Citar
Lemos CAA, Cruz RS, Gomes JML, Batista VES, Mestrener LR, Yogui FC, Verri FR, F. e O. H. S. C. (2018). Tratamentos regenerativos de defeitos de furca classe II. Uma revisão sistemática e meta-análise. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/3383