A oclusão bilateral balanceada em comparação com outros esquemas oclusais em próteses totais: uma revisão sistemática

  • Limirio JPJO, Lemos CAA, Verri FR, Gomes JML, Moraes SLD, Santiago Junior JF, Minatel L, Pellizzer EP

Resumo

Nenhum consenso foi alcançado em relação ao melhor esquema oclusal para a confecção de próteses totais. Assim, o objetivo desta revisão sistemática foi comparar a oclusão bilateral balanceada (OBB) com outros esquemas oclusais (guia canina, oclusão lingualizada e cúspide zero) em próteses totais, sobre qualidade de vida / satisfação e desempenho mastigatório. Dois revisores independentes realizaram uma busca de estudos publicados até outubro de 2017 nas bases de dados PubMed MEDLINE, Scopus e Cochrane Library. Seguindo o PRISMA, sendo a pergunta PICO: "Oclusão Bilateral Balanceada é o melhor esquema de oclusão para próteses totais?" Dezessete estudos foram selecionados para análise, todos compararam a OBB com os outros esquemas oclusais. No total, havia 492 pacientes com uma idade média de 64,78 anos e uma duração média de acompanhamento de 2,96 meses (intervalo: 1-6 meses). Oito estudos avaliaram o desempenho mastigatório e a atividade muscular entre a OBB e os outros esquemas de oclusais, e 11 estudos avaliaram a influência dos esquemas oclusais na qualidade de vida e satisfação do paciente. Indicando que a OBB não confere melhor qualidade de vida/satisfação ou desempenho mastigatório e atividade muscular. Assim, a oclusão lingualizada pode ser considerada um esquema oclusal previsível para dentaduras completas em termos de qualidade de vida/satisfação e desempenho mastigatório, enquanto a guia canina pode ser usada para reduzir a atividade muscular.

Descritores: Oclusão Dentária; Prótese Total; Boca Desdentada; Desempenho Mastigatório; Satisfação do Paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-02-05
Como Citar
Moraes SLD, Santiago Junior JF, Minatel L, Pellizzer EP, L. J. L. C. V. F. G. J. (2019). A oclusão bilateral balanceada em comparação com outros esquemas oclusais em próteses totais: uma revisão sistemática. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 7. Recuperado de https://archhealthinvestigation.com.br/ArcHI/article/view/4138
Seção
Clínica Odontológica