Verificação da eficácia de diferentes agentes desinfetantes de próteses dentárias no controle da estomatite protética

Palavras-chave: Estomatite sob Prótese, Candidíase Bucal, Terapêutica

Resumo

Introdução: A candidose bucal é uma infecção fúngica comum, quase sempre associada ao uso de próteses removíveis, levando a uma condição inflamatória da mucosa referida como estomatite protética. O uso de substâncias desinfetantes para o tratamento da estomatite protética demonstra efetividade, mas em curto período de tempo e com ação prejudicada pelo constante fluxo salivar. Objetivo: Verificar, através de uma revisão da literatura, os principais agentes desinfetantes capazes de inibir ou eliminar cepas de Cândida albicans em pacientes portadores de estomatite protética. Material e método: Foram selecionados artigos publicados em inglês, no banco de dados online PubMed e Lilacs com descritores “complete denture”, “denture stomatitis”, “candida albicans”, “sodium hypochlorite”, “sodium bicarbonate” e “chlorhexidine”, entre o período de 2014 a 2019. Foram obtidos 58 artigos, dos quais três foram os escolhidos. Resultados: Foi notória a eficácia do hipoclorito de sódio em diferentes concentrações, variando de 0,5 a 5%, como agente desinfetante de próteses dentárias em indivíduos com estomatite protética. O gluconato de clorexidina associado ou não a ação mecânica também demonstrou efeito potencial na redução da carga microbiana presente na superfície da prótese. Em contrapartida, o bicarbonato de sódio e o extrato etanólico não foram eficazes para este fim, sendo sugestivo que suas ações se limitem às características estruturais da prótese ou simplesmente às concentrações utilizadas nos estudos. Conclusão: A utilização de hipoclorito de sódio e do gluconato de clorexina, em diferentes concentrações, demonstrou eficácia significativa como agentes desinfetantes de próteses dentárias em pacientes com estomatite protética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Gouveia CL, Freire ICM, Leite MLAS, Figueiredo RDA, Almeida LFD, Cavalcanti YW et al. Antifungal activity of components used for descontamination of dental prostheses on the growth of Candida albicans. Rev Odontol UNESP. 2014;43:137-43.

Ali A A, Harbi FAA. The minimum inhibitory concentration of different candidal agents. Saui J Med Med Sci. 2015;3:26-32.

Daniluk T, Tokajuk G, Stokowska W, Fiedoruk K, Sciepuk M, Zaremba ML, et al. Occurrence rate of oral Candida albicans in denture wearer patients. Adv Med Sci. 2006;51:77-80.

Sousa FACG, Paradella TC, Koga-Ito CY, Jorge AOC. Effect of sodium bircabonate on Candida albicans adherence to thermally activated acrylic resin. Braz Oral Res. 2008;23:381-85.

Agostinho ACMG, Campos M L, Silveira JLGC. Edentulismo, uso de prótese e autopercepção de saúde bucal entre idosos. Rev Odontol UNESP. 2015;44:74-9.

BRASIL. Ministério da Saúde. SB Brasil 2010: Pesquisa Nacional de Saúde Bucal: resultados principais. Brasília: Ministério da Saúde, 2012.

Rahal JS, Locks BJC, Mesquita MF, Henriques GEP, Nóbet MAA. Biofilm formation on complete denture liners. J Res Dent. 2015;3:583-91.

Ramage G, Rajendran R, Sherry L, Williams C. Fungal Biofilm Resistance. Int J Microbiol. 2012;1-14.

Pereira-Cenci T, Del Bel Cury AA, Crielaard W, Ten Cate JM. Development of Candida-associated denture stomatitis: new insight. J Appl Oral Sci. 2008;16:86-94.

Oliveira RC, Brum SC, Oliveira RS, Goyatá FR. Aspectos clínicos relacionados à estomatite protética. Int J Dent. 2007;6:51-4.

Hadjieva H, Dimova M, Todorov S. Stomatitis prosthetica-a polyetiologic disorder. J of IMAB. 2006;12:38-41.

Lemos MMC, Miranda JL, Souza MSGS. Clinic, microbiologic and histophatologic study of the denture stomatitis. Rev Bras Patol Oral. 2003;2:3-10.

Maciel SSSV, Souza RSV, Donato LMA, Albuquerque IGM, Donato LFA. Prevalence of soft tissue lesions caused by removable denture in patients. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2008;8:93-7.

Barbeau J, Séguin J, Goulet JP, de Koninck L, Avon SL, Lalonde B et al. Reassessing the presence of Candida albicans in denture-related stomatitis. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod. 2003;9:51-9.

Newton AV. Denture sore mouth: a possible etiology. Br Dent J. 1962;1:357-60.

Gendreau L, Loewy ZG. Epidemiology and etiology of denture stomatitis. J Prosthodont. 2011;20:251-60.

Leite DP, Piva MR, Martins-Filho PRS. Identificação das espécies de Candida em portadores de estomatite protética e avaliação da susceptibilidade ao miconazol e à terapia fotodinâmica. Rev Odontol UNESP. 2015;44:12-7.

Makeni Chemicals. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos – FISPQ: bicarbonato de sódio. 2005. Disponível em: <https://www.fca.unicamp.br/portal/images/Documentos/FISPQs/FISPQ%20BicarbonatodeSodio.pdf>. Acesso em: 03 abril 2018.

Abramowitz MK, Melamed ML, Bauer C, Raff AC, Hostetter TH. Effects of oral sodium bicarbonate in patients with CKD. Clin J Am Soc Nephrol. 2013;8:714-20.

Newbrun E. The use of sodium bicarbonate in oral hygiene products and practice. Compend Contin Educ Dent Suppl. 1997;18:2-7.

Catão CDS, Ramos INC, Silva neto JM, Duarte SMO, Batista AUD, Dias AHM. Eficiência de substâncias químicas na remoção de biofilme em próteses totais. Rev Odontol UNESP. 2007;36:53-60.

Silva RJ, Seixas ZA. Materiais e métodos de higienização para próteses removíveis. Int J Dent. 2008;7:125-32.

Bastos PL, Mesquita TC, Ottoboni GS, Figueiredo VMF. Métodos de higienização em próteses dentais removíveis. Rev Bahiana Odontol. 2015;6:129-37.

Martins KV, Gontijo SML. Treatment of denture stomatitis: literature review. Rev Bras Odontol. 2017;74:215-20.

Rodríguez-Acosta EJ, da Silva PM, Jacobina M, Lara VS, Neppelenbroek KH, Porto VC. Candida albicans adherence to denture base material: chemical disinfection and the effect of acquired salivary pellicle formation. J Prosthodont. 2015;24:200-6.

Karakis D, Akay C, Oncul B, Rad AY, Dogan A. Effectiveness of disinfectants on the adherence of Candida albicans to denture base resins with different surface textures. J Oral Sci.2016;58:431-37.

Valentini-Mioso F, Maske TT, Cenci MS, Boscato N, Pereira-Cenci T. Chemical hygiene protocols for complete dentures: A crossover randomized clinical trial. J Prosthet Dent. 2019;121:83-9.

Publicado
2020-10-22
Como Citar
Lima, M. P. de, Mendes, J. L., & Souza, S. L. X. de. (2020). Verificação da eficácia de diferentes agentes desinfetantes de próteses dentárias no controle da estomatite protética. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(2), 334-339. https://doi.org/10.21270/archi.v10i2.4679
Seção
Original Articles