Hipersensibilidade dentinária em lesões cervicais não cariosas: etiologia e tratamento

Palavras-chave: Sensibilidade da Dentina, Dentina, Diagnóstico, Terapêutica

Resumo

A hipersensibilidade dentinária é uma temática muito presente a pratica diária do cirurgião-dentista; apesar de estudos aplicados frente à estimativa e prevalência mostrarem-se de bastante valia, há grande dificuldade na obtenção de dados científicos pela subjetividade da sintomatologia. Objetivando ampliar o conhecimento de acadêmicos e profissionais da área de Odontologia quanto a etiologia e possíveis atuais tratamentos através de levantamento de referências sobre o tema, esta breve revisão da literatura, que utilizou as bases de dados : Bireme, PUBmed, ResearchGate e Scielo; tem como finalidade relacionar a hipersensibilidade dentinária cervical com as lesões cervicais não cariosas; sendo elas: abrasão, abfração, atrição e erosão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Douglas-De-Oliveira DW, Lages FS, Paiva SM, Cromley JG, Robinson PG ,Cota LOM. Cross-cultural adaptation of the Brazilian version of the Dentine Hypersensitivity Experience Questionnaire (DHEQ-15). Braz. Oral Res. 2018;32-7

Silva MF, Perondi PR, Carvalho LR, De Araújo BN, De Carvalho CF, Quintella BLB et al. Hipersensibilidade dentinária: desafios para diagnósticos e perspectivas de tratamento. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2017;71(2):170-74

Santos FFC, Lopes FF, Thomaz EBAF, Benatti BB, Pereira AFV. Avaliação de Lesões Cervicais Não-Cariosas em Adultos: Estudo Piloto. Pesq Bras Odontoped Clin Integr 2013;13(1):31-6

Pereira JC, Anauate-Netto C, Gonçalves SA. Complexo dentinho pulpar: fisiologia e resposta às injúrias. In: Dentística: uma abordagem multidisciplinar. São Paulo:Artes Médicas; 2014.

Chermont AB, Shimaoka AM, Andrade AP, Silva CM, Carvalho RCR. O uso prévio de dessensibilizantes interfere na resistência de união de sistemas adesivos à dentina? Rev Assoc Paul Cir Dent. 2017;71(4):406-12

Machado AC, Matos AB, Rios LFF, Turbino ML, Scaramucci T. Hipersensibilidade dentinária: revisão de literatura e direcionamentos para abordagem clínica. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2018;72(2):550-56

Zado NL, Pilatti LG. Hipersensibilidade dentinária: recentes avanços e tratamentos- revisão de literatura. Braz J Periodontol. 2016; 26(2):28-33

Scaramucci T, de Almeida Anfe TE, da Silva Ferreira S, Frias AC, Sobral MA. Investigation of the prevalence, clinical features, and risk factors of dentin hypersensitivity in a selected Brazilian population. Clin Oral Investig. 2014;18(2):651-57.

Fischer C, Fischer RG, Wennberg A. Prevalence and distribution of cervical dentine hypersensitivity in a population in Rio de Janeiro, Braz J Dent. 1992;20(5):272-76.

Marquezini Junior L, Sundfeld RH, Briso ALF, Mauro SJ, Okida RC. Hipersensibilidade dentinária em lesões cervicais com ou sem cavitação. JBD. 2002;1(3):245-54

Brentegani, LG, Lacerda, AS, Campos, AA. Alterações Regressivas dos Dentes: Abfração; Abrasão, Atrição e Erosão. Rev Bras Teleodonto. 2006;1(1):11-7

Xavier AFC, Pinto TCA, Cavalcanti AL. Lesões Cervicais não cariosas: um panorama atual. Rev Odontol Univ Cid. São Paulo 2012;24(1):57-66

Grippo JO, Simring M, Coleman TA. Abfraction, abrasion, biocorrosion, and the enigma of noncarious cervical lesions: a 20-year perspective. J Esthet Restor Dent. 2012;24(1):10-23.

Rios ACF, Lopes SCFL, Dantas TS, Oliveira VMB, Santos LB. ABRASIVOS :uma análise de dentifrícios comercializados em Salvador. Rev Bahiana Odontol. 2014;5(3):141-52

Lussi A. Erosive tooth wear – a multifactorial condition of growing concern and increasing knowledge. In: Dental Erosion. Monogr Oral Sci. Basel, Karger; 2006.

Tonetto MR, Dantas ABR, Bortolini GDF, Fabris M, Edson AC, Andrade MF. Hipersensibilidade dentinária cervical: em busca de um tratamento eficaz. Rev Odontol Univ Cid São Paulo 2012;24(3):190-99

Ribeiro PJT, Araújo AMP, Mafra RP, Vasconcelos MG, Vasconcelos RG. Mecanismos de ação dos recursos terapêuticos disponíveis para o tratamento da hipersensibilidade dentinária cervical. Odontol Clín Cient. 2016;15(2):83-90

Godinho CJ, Grippi MF, Costa LC. Avaliação clínica do uso de dois novos cremes dentais no tratamento da hipersensibilidade dentinária. RPG Rev Pós Grad.2011;18(2):72-8

Aguiar FHB, Giovanni EM, Monteiro FHL, Villalba H, Mello JJ de, Tortamano N. Hipersensibilidade dentinária- causas e tratamentos. Uma revisão da literatura.Rev Ins Ciênc Saúde.2005; 23(1):67-71

Rocha CS, Prado M, Simão RA, Lima CO, Gusman H. Efeito de agentes dessensibilizantes na obliteração dos túbulos dentinários - estudo in vitro. Rev bras odontol. 2016;73(4):272-76.

Querido MTA, Raslan AS, Scherma AP. Hipersensibilidade dentinária - revisão da literatura. Periodontia 2010;20(2):39-46

Mesquitas CN, Almeida JCF, Yamagutic PM, De Paula LM, Garcia FCP. Hiperestesia dentinária: opções de tratamento. Dentística on line. 2009;8(18):29-34

Publicado
2020-10-22
Como Citar
Regiani, B. C., Rocha, H. N., Tognetti, V. M., & Andrade, A. P. de. (2020). Hipersensibilidade dentinária em lesões cervicais não cariosas: etiologia e tratamento. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(1), 42-48. https://doi.org/10.21270/archi.v10i1.4829
Seção
Original Articles