O Papel do Profissional do Design no Aprimoramento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem em Linguagem Infantil

  • Líliam Maria Dib Marson Mestre em ciências, Departamento de Fonoaudiologia, Faculdade de Odontologia de Bauru, USP, Bauru - SP, Brasil
  • Camila de Castro Corrêa Docente da Universidade de Brasília e do Centro Universitário Planalto do Distrito Federal, Doutora em Bases Gerais da Cirurgia, Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP, Botucatu/SP, Brasil
  • Maria Gabriela Cavalheiro Doutora em ciências da reabilitação, Hospital de Reabilitação em Anomalias Craniofaciais, USP, Bauru - SP, Brasil
  • Aline Martins Mestre em ciências, Departamento de Fonoaudiologia, Faculdade de Odontologia de Bauru, USP, Bauru - SP, Brasil
  • Luciana Paula Maximino Professora Associada do Departamento de Fonoaudiologia, Faculdade de Odontologia de Bauru, USP, Bauru - SP, Brasil
Palavras-chave: Educação à Distância, Telemedicina, Tecnologia Educacional

Resumo

Objetivo: adaptar e analisar o ambiente virtual de aprendizagem “Fonoaudiologia para Pediatras” sobre a aquisição e desenvolvimento da linguagem infantil, realizando um re-design para melhorar a qualidade gráfica e a interação digital. Métodos: Participaram do estudo 115 profissionais das áreas do design gráfico, web design e publicidade. A avaliação do material foi realizada por meio de um questionário de caracterização e do instrumento WebMAC - Website Motivational Analysis Checklist for Evaluating Service-Based Commercial Web Sites. Resultados: Foram levantados os problemas de desing do ambiente virtual de aprendizagem e realizadas as alterações no re-desing quanto a identidade visual, conjunto visual, nome, endereço eletrônico e menu, mantendo o seu subnome e conteúdo na íntegra. A fim de melhorar a navegabilidade e acesso das informações, foi realizada a assinatura da plataforma Wordpress e para melhor memorização, o registro do domino foi alterado para “Fonopediatria”. O conteúdo foi classificado como “Curso Impressionante”, e o Website como Excelente. Conclusão: Desta forma, o ambiente virtual de aprendizagem foi disponibilizado em: http://www.fonopediatria.com.br, e o processo de avaliação por designers foi efetivo para conferir a qualidade do Ambiente Virtual de Aprendizagem, considerando o ambiente excelente, com alta expectativa para o sucesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Rennenberg MR, Gonçalves BS, Gonçalves MM. Design, design da informação e design instrucional: uma discussão necessária à evolução de um curso a distância. Design, Arte e Tecnologia 4. São Paulo: Rosari, Universidade Anhembi Morumbi, PUC-Rio e Unesp-Bauru,2008.

Lacerda AL, Da Silva T. Possibilidades pedagógicas na perspectiva de uma educação online. Caderno Brasileiro de Ensino de Física. 2014;32(1):157-79.

Filatro A. Design instrucional contextualizado: educação e tecnologia. São Paulo: Pearson; 2007.

Filatro A. Design instrucional na prática. São Paulo: Pearson; 2008.

Tomazini EAS, Tobase L, Teodoro SV, Peres HHC, Almeida DM, Alavarce DC. Curso on-line sobre suporte avançado de vida em parada cardiorrespiratória: inovação para educação permanente. Rev Rene. 2018;19:e32444.

Marson LMD, Maximino LP, Domiciano CLC. Projeto didático digital para ensino de libras e português à crianças surdas, implantadas e ouvintes. In: Anais do XIX Jornada Fonoaudiológica de Bauru Profa. Dra. Katia Flores Genaro; Bauru, Brasil, p. 44-5, 2012.

Wellman B, Salaff J, Dimitrova D, Garton L, Gulia M, Haythornthwaite C. Computer networks as social networks: Collaborative work, telework, and virtual community. Annual Rev Sociol. 1996;22:213-38.

Silva AC, Silva CMT. Do diagnóstico às questões avaliativas: um caminho possível via prática de avaliação em educação a distância. Ensaio aval pol públ Educ. 2009;17(63):293-312.

Aguiar ACL, Guimarães JMX, Ferreira HS, Almeida KTC, Ribeiro TFS, Anchieta TM et al. Blog como ferramenta educacional: contribuições para o processo interdisciplinar de educação em saúde. Rev Eletron Comun Inf Inov Saúde. 2018;12(2):220-31.

Struchiner M, Ramos P, Serpa Júnior OD. Desenvolvimento e implementação de um ambiente virtual de aprendizagem na área da saúde: uma experiência de pesquisa baseada em design. Interface. 2016;20(57):485-95.

Karnell MP, Bailey P, Johnson L. et al. Facilitating communication among speech pathologists treating children with cleft palate. Cleft Palate Craniofac. 2005;42(6):585-88.

Martins A, Franco EC, Caldana ML. Elaboração e avaliação de um website sobre o desenvolvimento da linguagem infantil: portal dos bebês - desenvolvimento da linguagem. Rev CEFAC. 2015;17(1):159-68.

Martins A. Telessaúde: Ambiente Virtual de Aprendizagem em aquisição e desenvolvimento da linguagem infantil [dissertação]. Bauru: Faculdade de Odontologia de Bauru, Universidade de São Paulo; 2013.

Small RV, Arnone MP. Motivation mining: prospecting the web. Book Report. 1999;18:42-4.

Oliveira Júnior JF, Tubelo RA, Gradella G, Padilha JM, Zanatta EJ, Portella FF et al. O desigEJ, n da informação aplicado ao desenvolvimento da interface gráfica de um jogo sério sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti. J Bras Tele. 2016;4(2):246-54.

Aguiar RV, Cassiani SHB. Desenvolvimento e avaliação de ambiente virtual de aprendizagem em curso profissionalizante de enfermagem. Rev Latino-Am Enferm. 2007;15(6):1086-91.

Brambilla CR, Dalpiaz GG, Silva AMM, Silva Junior M, Giraffa LMM, Ferreto TC. Ambiente colaborativo para formação de pessoal em medicina nuclear. Radiol Bras. 2011;44(3):177-82.

Zeppone SC, Monti JF, Martins JR, Callegari FVR. Relato de experiência da construção de uma proposta para avaliação da prática profissional de um curso orientado por competências. Rev Bras Educ Med. 2016;40(4):757-64.

Publicado
2021-04-07
Como Citar
Marson, L. M. D., Corrêa, C. de C., Cavalheiro, M. G., Martins, A., & Maximino, L. P. (2021). O Papel do Profissional do Design no Aprimoramento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem em Linguagem Infantil. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(4), 619-625. https://doi.org/10.21270/archi.v10i4.4919
Seção
Original Articles