Terapia com Laser de baixa potência para hipersensibilidade dentinária: eficácia de um protocolo

  • Wellington Costa Júnior Curso de Graduação em Odontologia - Centro Universitário Tabosa de Almeida – ASCES UNITA - 55016-901 Caruaru-PE, Brasil
  • Yallis Maria Barbosa Curso de Graduação em Odontologia - Centro Universitário Tabosa de Almeida – ASCES UNITA - 55016-901 Caruaru-PE, Brasil
  • Vanda Macedo Carneiro Professora Adjunta da Faculdade de Odontologia de Pernambuco, Universidade de Pernambuco (FOP-UPE) Recife - PE, Brasil
  • Patrícia Azevedo Nascimento Professor Assistente III do Curso de Odontologia no Centro Universitário Tabosa de Almeida – ASCES UNITA - 55016-901 Caruaru-PE, Brasil
Palavras-chave: Odontologia, Sensibilidade da Dentina, Materiais Dentários, Terapia com Luz de Baixa Intensidade

Resumo

A hipersensibilidade dentinária (HD)é uma condição clínica comum e dolorosa que promove um desconforto ao paciente. A HD é causada devido à exposição da dentina no meio bucal pela perda de esmalte e cementodecorrente de vários fatores. A Laserterapia de Baixa Potência (LBP) tem sido proposta como terapia para a HD.Este trabalho investigou a ação da irradiação com LBPno tratamento da HD. Foi realizado um ensaio clínico randomizado cego do tipo “Split mouth” em 21 pacientes, submetidos a dois tratamentos distintos: verniz fluoretado e laserterapia (880nm; 100mW; 1J/cm2; 4 pontos; 1 sessão semanal por 4 semanas). O grau de sensibilidade foi avaliado por meio de Escala Visual Analógica (EVA) para o teste tátil com sonda exploratória e para a aplicação de ar comprimido. O LBP promoveu um efeito fotobiomodulador, apresentando uma remissão de 81,58% para dor provocada pelo estímulo tátil, sendo equivalente a ação promovida pelo verniz fluoretado (80%). Sobre a dor provocada com o ar comprimido, houve uma remissão de dor de 50% no grupo submetido ao LBP, enquanto no grupo submetido ao verniz se obteve55,71%. Conclui-se que o protocolo adotado para a LBP foi eficaz na remissão da dor provocada pela HD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Lopes AO, Eduardo CP, Aranha ACC. Clinical evaluation of low-power laser and a desensitizing agent on dentin hypersensitivity. Lasers Med Sci. 2015;30:823-29.

Tonetto MR, Dantas AAR, Bortolini GF, Fabris M, Campos EA, Andrade M F. Hipersensibilidade dentinária cervical: Em busca de um tratamento eficaz. Rev Odontol Univ Cid São Paulo. 2012;24(3):190-99.

Brännström M. Sensory mechanism in dentine. Ed. In: Anderson JD. A hydrodynamic mechanism in the transmission of pain producing stimuli through the dentine. Oxford: Pergammon Press; 1963.

Querido MTA, Raslan SA, Scherma AP. Hipersensibilidade dentinária: revisão de literatura. R Period. 2010;20(2):39-46.

Peixoto LM, Daleprane B, Batitucci MHG, S anglard L, Pazinatto FB. Tratamento da Hipersensibilidade dentinária cervical. Rev Bras Pesq Saúde. 2010;12(2):69-74.

Dantas EM, Dantas PMC, Nobrega FJO, Vasconcelos RG, Aguiar Junior N, Queiroz LMG. Tratamento da hipersensibilidade dentinária cervical com laser de baixa potência. Odontol Clín.-Cien. 2013;12(1):7-11.

Cavalcanti TM, Almeida-Barros RQ, Catão MHCV, Feitosa APA, Lins RDAU. Conhecimento das propriedades físicas e da interação do laser com os tecidos biológicos na odontologia. An Bras Dermato. 2011;86(5): 955-60.

Moosavi H, Maleknejad F, Sharifi M, Ahrari F. A randomized clinical trial of the effect of low-level laser therapy before composite placement on postoperative sensitivity in class V restorations. Lasers Med Sci. 2015;30:1245-49.

Sgolastra F, Petrucci A, Severino M, Gatto R, Monaco A. Lasers for the Treatment of Dentin Hypersensitivity: A Meta- analysis. J Dent Res. 2013;92(6):492-99.

Lins RDAU, Dantas EM, Lucena KCR, Catão MHCV, Granville-Garcia AF, Carvalho Neto LG. Efeitos bioestimulantes do laser de baixa potência no processo do reparo. An Bras Dermatol. 2010;85(6):849-55.

Panagakos F, Schiff T, Guignon A. Dentin hypersensitivity: effective treatment with an in-office desensitizing paste containing 8% arginine and calcium carbonate. Am J Dent. 2009;25(3):165-70.

Amarasena N, Spencer J, Ou Y, Brennan D. Dentine hypersensitivity: australian dentists’ perspective. Aust Dent J. 2010;55(2):181-87.

Sales ALLS. Avaliação in vitro da eficácia e durabilidade da ação de agentes dessensibilizantes na redução da permeabilidade dentinária [dissertação]. São José dos Campos: Universidade Estadual Paulista- UNESP; 2013.

Marín C, Bottan ER, Degobi BL, Magnani N. Efetividade de duas pastas dessensibilizantes no controle da hipersensibilidade dentinária em pacientes com recessão gengival. Odonto. 2013; 21(41-42):47-54.

Bernardo LP. Influência da raspagem e alisamento radicular na hipersensibilidade dentinária. Braz J Periodontol. 2013;23(1):32-8.

Oliveira JM, Oliveira M, Santos APMS, Vadillo JG, Campos CN, Chaves MGAM. Hipersensibilidade dentinária: considerações para o sucesso em seu manejo clínico. HU Rev. 2012;38(1-2):13-20.

Klaumann PR, Wouk AFPF, Sillas T. Patofisiologia da dor. Arch Veter Sci. 2008;13(1):1-12.

Hashim TN, Gasmalla BG, Sabahelkheir AH, Awooda AM. Effect of the clinical application of the diode laser (810 nm) in the treatment of dentine hypersensitivity. BMC Research Note. 2010;85(6):849-55.

Malamed, S.F Manual de anestesia local. 5. ed. Rio de Janeiro, Elsevier; 2005.

Vale IS, Bramante AS. Hipersensibilidade dentinária: diagnóstico e tratamento. Rev Odontol Univ Cidade de São Paulo. 1997;11(3):207-13.

Carvalho DM, Salazar M, Oliveira BH, Coutinho ESF. O uso de vernizes fluoretados e a redução da incidência de cárie dentária em pré-escolares: uma revisão sistemática. Rev Bras Epidemiol. 2010;13(1):139-49.

Oliveira DWD, Paiva SM, Cota LOM. Etiologia, epidemiologia e tratamento da hipersensibilidade dentinária: uma revisão de literatura. Braz J Periodontol. 2017;27(4):76-85.

Cavalcante MS, Pereira TB, Tenório Neto JF, Santos NB, Ribeiro CMB, Batista, LHC. Redução da dor decorrente da hipersensibilidade dentinária cervical após dois tratamentos. Rev Dor. 2015;16(4):259-62.

Gelskey SC, White JM, Pruthi VK. The effectiveness of the Nd: YAG laser in the treatment of dental hypersensitivity. J Can Dent Assoc. 1993;59(4):377-86.

Gerschman JA, Ruben J, Gebart-Eaglemont J. Low-level laser therapy for dentinal tooth hypersensitivity. Aust Dent J. 1994;39(6):353-57.

Aranha ACC, Pimenta LAF, Marchi GM. Avaliação clínica de métodos de dessensibilização dentinária em lesões cervicais. ABLO News. 2003;4:19.

Silva ETC, Vasconcelos RG, Vasconcelos MG. Uso e eficácia clínica do laser no tratamento da hipersensibilidade dentinária: uma revisão de literatura. Arch Health Invest. 2019;8(10):638-43.

Publicado
2021-04-07
Como Citar
Costa Júnior, W., Barbosa, Y. M., Carneiro, V. M., & Nascimento, P. A. (2021). Terapia com Laser de baixa potência para hipersensibilidade dentinária: eficácia de um protocolo. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(4), 641-646. https://doi.org/10.21270/archi.v10i4.4943
Seção
Original Articles