Avaliação in vitro da estabilidade de cor de resinas compostas bulk-fill

  • Anne Gabrielle dos Santos Mesquita Moura Curso de Graduação em Odontologia, Centro Universitário Mauricio de Nassau - UNINASSAU/ PE, 52011-000 Recife-PE, Brasil
  • Maria Gabriella Rodrigues Rafael de Melo Curso de Graduação em Odontologia, Centro Universitário Mauricio de Nassau - UNINASSAU/ PE, 52011-000 Recife-PE, Brasil
  • Wanderson Talles do Nascimento Pereira Santos Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas, Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN 59012-570 Natal-RN, Brasil
  • Ana Luisa Cassiano Alves Bezerra Mestranda em Clínica Odontológica, Faculdade de Odontologia, Universidade de Pernambuco- FOP/UPE, 50100-010 Camaragibe-PE, Brasil
  • Gabriela Queiroz de Melo Monteiro Professora Associada da Faculdade de Odontologia, Universidade de Pernambuco - FOP/UPE, 50100-010 Camaragibe/PE, Brasil
  • Márcia de Almeida Durão Docente do Curso de Odontologia, Centro Universitário Mauricio de Nassau - UNINASSAU/ PE, 52011-000, Recife-PE, Brasil
Palavras-chave: Materiais Dentários, Resinas Compostas, Estética Dentária, Dentística Operatória

Resumo

Introdução: A odontologia restauradora vem evoluindo em busca de materiais restauradores que mimetizem a estrutura dentária e seus efeitos ópticos, sendo um grande desafio nas pesquisas dos materiais dentários. Objetivo: Avaliar e comparar a alteração cromática de três resinas bulk-fill (Tetric EvoCeram Bulk Fill; Aura Bulk Fill; Filtek Bulk Fill) e uma resina convencional (Filtek Z250) após a exposição diária ao café num período de 28 dias. Materiais e métodos: 80 corpos de prova foram confeccionados, divididos em 4 grupos de cada resina estudada (n=20), armazenados em água destilada, trocada diariamente. E em 8 subgrupos (n=10), sendo 4 experimentais (de cada resina), submetidos à imersão diária de 20 minutos em solução de café durante 28 dias e 4 subgrupos controle mantidos em água destilada. A tomada de cor foi realizada no baseline, 7, 14 e 28 dias, por meio do método subjetivo (Escala Vita Classical), por 2 avaliadores em consenso e também no baseline e após 28 dias pelo método objetivo (Vita Easy Shade). Resultados: Análise comparativa entre os grupos controle e experimentais demonstrou alteração de cor em todas as resinas compostas analisadas. O café promoveu manchamento significativo em todos os tempos, nas avaliações subjetivas e objetivas. Conclusão: As resinas compostas bulk-fill apresentaram estabilidade de cor de semelhante a superior à resina composta convencional frente à exposição diária ao café, ressaltando-se a importância da realização de acabamento e polimento para minimizar manchamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Anusavice KJ. Phillips - Materiais Dentários, 11.ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2005.

Bowen RL. Dental filling material comprising vinyl silane treated fused silica and a binder consisting of the reaction product of bis phenol and glycidyl acrylate U.S. Patent, 3,066,112, 27 Nov, 1962.

Bowen RL. Properties of a silica-reinforced polymer for dental restorations. J Am Dent Assoc.1963;66(1):57-64

Polli MJ, Borges CH, Arossi GA. Estabilidade de cor de resina composta frente a corantes da dieta. Rev Iniciação Científica Ulbra. 2014;(12):84-92.

Malaspina AO. Avaliação da estabilidade de cor e rugosidade superficial de resinas compostas micro-hibridas, submetidas ao processo de envelhecimento artificial acelerado, em função da fotoativação com lâmpada halógena e LED [tese]. Bauru: Universidade de São Paulo;2009.

Dubinski P, Cardoso AS, Hoeppner MG. Avaliação das causas das substituições de restaurações nas disciplinas de dentística II e clínica integrada do curso de odontologia da UNIPAR-Campus Umuarama. Ci Biol Saúde. 2005;11(1):7-14.

Braga SR, Vasconcelos BT, Macedo MR, Martins VR, Sobral MA. Reasons for placement and replacement of direct restorative materialls in Brazil. Quintessence Int. 2007; 38(4):189-94.

Pedrini D, Sonoda CK, Poi WR, Barioni SRP, Castro JCM, Brandini DA. Razões Para Substituição de Restaurações em Clínica Integrada. Pesq Bras Odontoped Clin Integr. 2009;9(2):211-15.

Fontes ST, Fernández MR, Moura CM, Meireles SS. Color stability of a nanofill composite: effect of different immersion media. J Appl Oral Sci. 2009;17(5):988-91.

Lopes LBPM, Araujo ASL, Milagre VB. Quantification of color variation of restorative materials used on pediatric dentistry after pigmentation. RGO Rev Gauch. Odontol. 2015;63(4):383-88.

Soares-Geraldo D, Scaramucci T, Steagall-Jr W, Braga SRM, Sobral MAP. Interaction between staining and degradation of a composite resin in contact with colored foods. Braz Oral Res. 2011;25(4):369-75.

Carvalho PRB, Filho PFM, Silva CHV. Etiologia e prevenção do manchamento das restaurações estéticas com resinas compostas. IJD. 2003;2(1):236-40.

Dauvillier BS, Aarnts MP, Feilzer AJ. Developments in shrinkage control of adhesive restoratives. J Esthet Dent. 2000;12(6):291–99.

Brunthaler A, König F, Lucas T, Sperr W, Schedle A. Longevity of direct resin composite restorations in posterior teeth. Clin Oral Investig. 2003;7(2):63-70.

Manhart J. Direct composite restorations in posterior region: a case history using a nanohybrid composite. Dent Today. 2004;23(11):66,68-70.

Gerdolle DA, Mortier E, Droz D. Microleakage and polymerization shrinkage of various polymer restorative materials. J Dent Child. 2008;75(2):125-33.

Boaro LC, Fróes-Salgado NR, Gajewski VE, Bicalho AA, Valdivia AD, Soares CJ et al. Correlation between polymerization stress and interfacial integrity of composites restorations assessed by different in vitro tests. Dent Mater. 2014;30(9);984-92.

Van Ende A, De Munck J, Lise DP, Van Meerbeek B. Bulk-fill composites: A review of the current literature, J Adhesive Dent. 2017;19(2):95-109.

Fronza BM, Rueggeberg FA, Braga RR, Mogilevych B, Soares LES, Martin AA et al. Monomer conversion, microhardness, internal marginal adaptation, and shrinkage stress of bulk-fill resin composites. Dent Mater. 2015;31(12):1542-51.

Godoi APT. Efeito in situ da associação de chá preto ao uso diário de clorexidina na alteração de cor e rugosidade superficial de resinas compostas [dissertação]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo; 2009.

Samra APB. Avaliação espectrofotométrica da estabilidade de cor de materiais restauradores estéticos [dissertação]. Ponta Grossa: Universidade Estadual de Ponta Grossa; 2004.

Yokoyama M. Girotto ML, Ricco RAPO. Estudo comparativo da influência da fotopolimerização por LED e lâmpada halógena no manchamento da resina composta submetida a alimentos corantes. Colloquium Vitae. 2010;2(1):49-53.

Caldarelli PG, Beltrani FC, Santos FA, Shibayama R, Hoeppner MG. Manchamento de uma resina composta e sua relação com o efeito da intensidade da luz emitida por aparelhos fotopolimerizadores de lâmpada halógena. Rev Odontol Araçatuba. 2011;32(2):44-48.

Shamszadeh S, Sheikh-Al-Eslamian SM, Hasani E, Abrandabadi AN, Panahandeh N. Color Stability of the bulk-fill Composite Resins with Different Thickness in Response to Coffee/Water Immersion. Int J Dent. 2016;2016(4):1-5.

Ergucu Z, Turkun LS, Aladag A. Color stability of nanocomposites polished with one-step systems. Oper Dent. 2008;33(4):413-20.

Abd Elhamid M, Mosallam R. Effect of bleaching versus repolishing on colour and surface topography of stained resin composite. Australian Dental Journal. 2010;55(4):390-98.

Chan KC, Fuller JL, Hormati AA. The ability of foods to stain two composite resins. J Prosthet Dent. 1980;43(5)542-45.

Souza E, Espíndola M, Diegoli NM et al. Avaliação da alteração de cor de diferentes compósitos restauradores: Influência de corantes usados na cavidade oral - Estudo in Vitro. RGO. 2006;54(1):43-6.

Martini EC, Coppla FM, Reis A et al. Análise da capacidade de remoção de pigmentos da resina composta pelo peróxido de hidrogênio 35%. Rev Odontol Unesp. 2015;45(1):53-8.

Nasser BP, Oliveira TJRS. Avaliação da influência do polimento mediado ou imediato sobre a alteração de cor de uma resina composta micro-híbrida [monografia]. Pindamonhangaba: Faculdade de Pindamonhangaba; 2014.

Lopes ES, Linhares TS, Garone Netto N, Lago ADN. Avaliação do efeito de bebidas ao manchamento de resinas compostas. Rev Pesq Saúde. 2016;17(1):147-50.

Salgado VE, Rego GF, Schneider LF, Moraes RR, Cavalcante LM. Does translucency influence cure efficiency and color stability of resin-based composites? Dent Mater. 2018;34(7):957-66.

Manhães GS. Comparação do grau de lisura proporcionado por três diferentes sistemas de acabamento e polimento em resina composta, [monografia]. Londrina: Universidade Estadual de Londrina, Londrina; 2015.

Maixner AO, Susin AH. Avaliação da alteração de cor de resina composta submetida à ação de corantes e gêneros alimentícios. Rev Dentística online. 2001;1(2).

Oliveira ALBM. Influência do acabamento e polimento na estabilidade de cor e na rugosidade superficial de uma resina composta submetida a diferentes soluções fluoretadas [dissertação]. Araraquara: Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia; 2008.

Lu H, Roeder LB, Lei L et al. Effect of surface roughness on stain resistance of dental resin composites. J Est Rest Dent. 2005;17(2):102-8.

Oliveira ALBM, Lorenzetti CC, Garcia PPNS et al. Effect of finishing and po1lishing on color stability of a nanofilled resin immersed in different media. Rev Odontol UNESP. 2014;43(5):338-42.

Gadonski AP, Feiber M, Almeida L, Naufel FC, Schmitt VL. Avaliação do efeito cromático em resinas compostas nanoparticuladas submetidas a solução café. Rev Odont Unesp. 2018;47(3):137-42.

Ertaş E, Güler AU, Yücel AC, Köprülü H, Güler E. Color stability of resin composites after immersion in different drinks. Dent Mater J. 2006;25(2):371-76.

Topcu FT, Sahinkesen G, Yamanel K, Erdemir U, Oktay EA, Ersahan S. Influence of different drinks on the colour stability of dental resin composites. Eur J Dent. 2009;3(1):50-6.

Plaster SC, Peixoto LM, Guedes APA, Silva DN, Castro MCC. Efeito de diferentes fotopolimerizadores e meio de imersão na rugosidade e na cor de um compósito nanoparticulado. Rev Odontol Unesp. 2016; 45(5):283-89.

Migot I, Marques AB, Rocha I, Cavalcanti A, Argolo S. Avaliação de cor de diferentes marcas e sistemas de resina composta por espectrofotometria. Rev Bahiana Odonto. 2017; 8(3):68-75.

Souza MBA, Oliveira O, Moda MD, Santos PH, Briso ALF, Fagundes TC. Influência de diferentes tipos de fotopolimerizadores e fotoiniciadores na microdureza e cor de resinas compostas. Arch Health Invest 2017;6(Spec Iss 2):57.

Publicado
2021-03-30
Como Citar
Moura, A. G. dos S. M. ., Melo, M. G. R. R. de ., Santos, W. T. do N. P., Cassiano Alves Bezerra, A. L., Monteiro, G. Q. de M. ., & de Almeida Durão, M. (2021). Avaliação in vitro da estabilidade de cor de resinas compostas bulk-fill. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(4), 530-535. https://doi.org/10.21270/archi.v10i4.4973
Seção
Original Articles