Análise da tipologia facial através do Índice Vert de Ricketts e do Índice Morfológico Facial

  • Maria Carolina Bandeira Macena Doutora e Mestre em Ortodontia – Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Patos – PB, Brasil
  • Fátima Roneiva Alves Fonseca Doutora e Mestre em Ortodontia – Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Patos – PB, Brasil
  • Pedro Douglas Souto Henriques Graduado em Odontologia – Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Patos – PB, Brasil
  • Myllena Alves Xavier Mestre em Ciência e Tecnologia em Saúde – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Campina Grande – PB, Brasil
  • Caio Pimenteira Uchôa Discente do Curso de Odontologia – Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Patos – PB, Brasil
  • Anna Katarina Costa Leite Discente do Curso de Odontologia – Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Patos – PB, Brasil
  • Alexandre Durval Lemos Doutor em Ortodontia e Mestre em Fisiologia Oral – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) - Campina Grande – PB, Brasil
Palavras-chave: Índices, Ortodontia, Antropometria

Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar a concordância no diagnóstico da tipologia facial de pacientes em tratamento ortodôntico, através de medidas cefalométricas laterais na Análise de Ricketts e do Índice Morfológico Facial. A amostra foi constituída por 60 indivíduos de ambos os sexos, acima de 18 anos, pertencentes ao curso de pós-graduação em ortodontia das FIP (Faculdades Integradas de Patos – PB, Brasil), avaliados por meio da antropometria direta (Índice Morfológico Facial) e da antropometria indireta (Análise do Índice Vert de Ricketts). Os resultados foram analisados estatisticamente por meio do coeficiente Kappa ponderado. Obteve-se uma pobre concordância entre os dois métodos na determinação do tipo facial. Concluiu-se que a antropometria direta, método consolidado como importante recurso na determinação do tipo facial a partir da altura e largura faciais, não encontrou concordância com os valores do índice Vert da Análise de Ricketts.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Queiroz GV, Rino J, Paiva JB, Capelozza L. Analysis of reliability, accuracy, sensitivity and predictive value of a subjective method to classify facial pattern in adults. Dental Press J Orthod. 2016;21(6):58-66.

Benedicto EN, Kairalla SA, Kaieda AK, Miranda SL, Torres FC, Paranhos LR. Determinação do padrão esquelético vertical da face. Rev Bras Cir Craniomaxilofac. 2011;14(1):44-9.

Rocha TL, Pinzan A, Bronfman CN, Henriques JFC, Janson G. Estudo cefalométrico comparativo da análise de Ricketts para jovens brasileiros leucodermas, melanodermas e mestiços (feodermas) com oclusão normal. Ortodontia. 2015;48(2):168-78.

Quintão APA, Vitral RWF. Estudo comparativo entre cefalometria manual e computadorizada (análise de Steiner, Tweed e Downs) em telerradiografias laterais. HU Rev.2010;36(2):95-9.

Claro CAA, Abrao JR, Braga SA. Association between overbite and craniofacial growth pattern. Braz oral res. 2010;24(4):425-32.

Ricketts, Robert M and Rocky Mountain Data Systems Orthodontic diagnosis and planning: their roles in preventive and rehabilitative dentistry. Rocky Mountain/Orthodontics, Denver, Colo; 1982.

Ramires RR, Ferreira LP, Marchesan IQ, Cattoni DM, Silva MAA. Medidas faciais antropométricas de adultos segundo tipo facial e sexo. Rev CEFAC. 2011;13(2):245-52.

Furtado IA, Agostinho HR. Apresentação do Método Anátomo-Clínico de Faciometria Directa em Crianças com Objectivos Propedêuticos. Acta Med Port. 2014;27(4):458-66.

Sies ML, Farias SR, Vieira MM. Respiração oral: relação entre o tipo facial e a oclusão dentária em adolescentes. Rev Soc Bras Fonoaudiol, 2007;12(3):191-98.

Rakosi T, Jonas I, Graber TM. Exames clÌnicos especiais. In: Ortodontia e ortopedia facial: diagnÛstico. Porto Alegre: Artmed; 1999.

Ahmed M, Shaikh A, Fida M. Diagnostic performance of various cephalometric parameters for the assessment of vertical growth pattern. Dental Press J. Orthod. 2016;21(4):41-9.

Perez I, Chavez AK, Ponce D. Applicability of the Ricketts' posteroanterior cephalometry for sex determination using logistic regression analysis in Hispano American Peruvians. J Forensic Dent Sci. 2016;8(2):111-25.

Bavia PF, Vilanova LSR, Garcia RCMR. Craniofacial Morphology Affects Bite Force in Patients with Painful Temporomandibular Disorders. Braz Dent J.2016;27(5):619-24.

Rosa APB, Rodrigues EG, Torres FC, Comar LP, Alonso MBCC, Triviño T. Correlação entre as formas dos arcos dentários e os tipos faciais. Arch Health Invest. 2016;5(Spec Issue 6):10.

Golalipour MJ, Haidari K, Jahanshahli M, Frahani, MR. The shapes of head and face in normal male newborns in South- east of Caspian Sea(Iran- Gorgan). J Anat Soc. 2003; 52(28):31-43.

Berwig LC, Figueiredo FSP, Bolzan GP, Milanesi JM, Marquezan M, Busanello-Stella AR et al. Medidas antropométricas orofaciais de crianças segundo o tipo facial. Rev CEFAC. 2017;19(1):63-8.

Nascimento WV, Cassiani RA, Dantas RO. Efeito do gênero, da altura corporal e da etnia nas medidas antropométricas orofaciais. CoDAS. 2013;25(2):149-53.

Bolzan GP, Berwing LC, Prade LS, Weinmann ARM, Moraes AB, Silva AMT. Concordância entre o método antropométrico e cefalométrico na classificação do tipo facial. Rev CEFAC. 2014;16(1):222-27.

Roque-Torres G, Meneses-López A, Norberto-Bóscolo F, De Almeida SM, Haiter-Neto F. La tomografía computarizada cone beam en la ortodoncia, ortopedia facial y funcional Rev Estomatol Herediana. 2015;25(1):61-78.

Haiter-Neto F, Oliveira SS, Casanova MS, Caldas MP. Telerradiografias obtidas em posição natural da cabeça alteram as grandezas cefalométricas? Rev Dent Press Ortodon Ortoped Facial. 2007;12(4):117-23.

Bedoya A, Osorio JC, Tamayo J.A. Biotipo morfológico facial en tres grupos étnicos colombianos: una nueva clasificación por medio del índice facial. Int J Morphol. 2012;30(2): 677-82.

Publicado
2021-06-21
Como Citar
Macena, M. C. B., Fonseca, F. R. A., Henriques, P. D. S., Xavier, M. A., Uchôa, C. P., Leite, A. K. C., & Lemos, A. D. (2021). Análise da tipologia facial através do Índice Vert de Ricketts e do Índice Morfológico Facial. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(6), 965-969. https://doi.org/10.21270/archi.v10i6.5033
Seção
Original Articles