Utilização da técnica de ulectomia em Odontopediatria no auxílio da erupção dentária: relato de caso

  • Gabriele Ichara Sanches Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP.
  • Laura Imbriani Bento Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP.
  • Nayara Gonçalves Emerenciano Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora, Faculdade de Odontologia, UNESP Univ. Estadual Paulista.
  • Francyenne Maira Gonçalves Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora, Faculdade de Odontologia, UNESP Univ. Estadual Paulista.
  • Marília Andrade Oliveira Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP.
  • Natália Castorino Oliveira Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP.
  • Marcelle Danelon São Paulo State University (Unesp), School of Dentistry, Araçatuba Department of Pediatric Dentistry and Public Health
Palavras-chave: Odontopediatria, Cirurgia Bucal, Erupção Dentária

Resumo

Ulectomia é um procedimento cirúrgico que consiste na remoção dos tecidos que interrompem a erupção dentária. O presente estudo tem como proposição relatar um caso clínico de ulectomia em paciente pediátrico na região do dente 22. Paciente de 8 anos, do gênero masculino, compareceu a clínica de Odontopediatria da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) para tratamento odontológico. Ao exame clínico intra-bucal, observou-se aumento volumétrico na região vestibular do dente 22 que ainda não havia erupcionado. A mãe relatou que o filho não apresentou nenhum tipo de trauma naquela região. Após exame radiográfico, observou-se a presença do dente 22, o qual se encontrava em posição intra-óssea. Assim, foi indicado como forma de tratamento a ulectomia por tratar-se de um procedimento simples e minimamente invasivo. Devido à criança não apresentar bom comportamento diante do exame clínico e radiográfico, optou-se executar inicialmente, sessões de condicionamento para que a seguir, fosse efetuado o procedimento cirúrgico. Após três semanas, foi realizada a cirurgia. Inicialmente foi realizada uma incisão elíptica, onde foi possível a visualização da região incisal do dente 22. Foi realizado o acompanhamento clínico após 7, 15, 45 e 180 dias, sendo possível observar a erupção do dente 22. Nos casos de impactações dentárias, há a necessidade de estabelecer a relação com seu fator etiológico para um correto planejamento. Conclui-se que o tratamento realizado proporcionou melhora estética e fonética para o paciente, assim como influenciou no convívio social do mesmo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Kolokitha OE, Papadopoulou AK. Impaction and apical root angulation of the maxillary central incisors due to supernumerary teeth: Combined surgical and orthodontic treatment. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 2008;134:153-60.

Enwonwu CO. Influence of socio-economic conditions on dental development in Nigerian children. Arch Oral Biol. 1973;18:95-107.

Singh N, Sharma S, Sikri V, Singh P. To study the average age of eruption of primary dentition in Amritsar an surrounding area. J Indian Dental Assoc. 2000;71:26.

Haddad AE, Correa MS. The relationship between the number of erupted primary teeth and the child’s height and weight: a cross-sectional study. J Clin Pediatr Dent. 2005;29:3357-362.

Holman DJ, Yamaguchi K. Longitudinal analysis of deciduous tooth emergence: IV – Covariate effects in Japanese children. Am J Phys Anthropol. 2005;126:352-58.

Bastos JL, Peres MA, Peres KG, Barros AJ. Infant grown, development and tooth emergence patterns: a longitudinal study from birth to 6 years of age. Arch Oral Biol. 2007;52:598-606.

Folayan M, Owotabe F, Adejuyigbe E, Sen S, Lawal B, Ndukwe K. The timing of the primary dentition in Nigerian children. Am J Phys Anthropol. 2007;134:443-48.

Oziegbe EO, Adenoyasofowora C, Folayan MO, Esan TA, Owotabe FJ. Relationship between sociodemographic and anthropometrics variables and number of erupted primary teeth in suburban Nigerian children. Matern Child Nutr. 2009;5:86-92.

Duarte MEQ, Andrade MA, Faria PC, Marques LS, Jorge MLR. Fatores associados à cronologia de erupção de dentes decíduos - Revisão de Literatura: Erupção de dentes decíduos e fatores associados. Rev Univ Vale do Rio Verde. 2011;9:139-51.

Huber K, Suri L, Parul T. Eruption Disturbances of the maxillary incisors: a literature review. J Clin Pediatr Dent. 2008;32:221-30.

Candeiro GTM, Correia FC, Candeiro SALM. Ulectomia como opção cirúrgica no retardo da erupção dentária: relato de caso. Rev Odontol Araçatuba. 2009;30:45-9.

Giglio FPM, Gurgel JA. Abordagem cirúrgico-ortodôntica de dentes não irrompidos. Ortodontia. 2010;43:169-75.

Arnaud RR, Santos MGC, Valença AMG, Forte FDS, Lima KJR, Beltão RTS. Ulotomia: coadjuvante do tratamento da má oclusão. RFO. 2014;19:234-38.

Pinkham JR, Casamassimo PS, Fields HW, McTigue DJ, Nowak A. Odontopediatria da Infância à Adolescência. São Paulo: Artes Médicas; 1996.

Guedes-Pinto AC. Odontopediatria. São Paulo: Santos; 2010.

Candeiro GTM, Correia FC, Candeiro SALM. Ulectomia como opção cirúrgica no retardo da erupção dentária: relato de caso. Rev Odontol Araçatuba. 2009;30:45-49.

Cavalcante AL, Paiva LCA. Utilização da ulectomia na clínica infantil: relato de caso. UEPG Ci Biol Saúde. 2006;12:39-42.

Biagi E, Butti AC. Premature loss of maxillary primary incisor and delayed eruption of its successor: Report of a case. Eur J Paediatr Dent. 2011;12:194-97.

Martinez JA, Mota LFG, Miranda IMAD, Guedes-Pinto AC. Cirurgia em odontopediatria. São Paulo: Artes Médicas; 1998.

Issao M, Guedes-Pinto AC. Manual de Odontopediatria. São Paulo: Pancast; 1994.

Poricelli E, Ponzoni D. Cirurgia bucal pediátrica. In: Toledo OA. Odontopediatria: fundamentos para a prática clínica. São Paulo: Premier; 2005.

Publicado
2021-05-31
Como Citar
Sanches, G. I., Bento, L. I., Emerenciano, N. G., Gonçalves, F. M., Oliveira, M. A., Oliveira, N. C., & Danelon, M. (2021). Utilização da técnica de ulectomia em Odontopediatria no auxílio da erupção dentária: relato de caso . ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(5), 829-833. https://doi.org/10.21270/archi.v10i5.5089
Seção
Original Articles