Avaliação de fatores primários e secundários no desenvolvimento da cárie dentária em pacientes infantis: um estudo piloto

Autores

  • Laura Imbriani Bento Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP, 14096-900 Ribeirão Preto – SP, Brasil
  • Yara Teresinha Correa Silva Sousa Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP, 14096-900 Ribeirão Preto – SP, Brasil
  • Francyenne Maira Castro Gonçalves Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora, Faculdade de Odontologia, UNESP Univ. Estadual Paulista, 16015-050 Araçatuba – SP, Brasil
  • Nayara Gonçalves Emerenciano Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora, Faculdade de Odontologia, UNESP Univ. Estadual Paulista, 16015-050 Araçatuba – SP, Brasil
  • Marcelle Danelon Departamento de Odontologia Preventiva e Restauradora, Faculdade de Odontologia, UNESP Univ. Estadual Paulista, 16015-050 Araçatuba – SP, Brasil/ Departamento de Odontologia, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP, 14096-900 Ribeirão Preto – SP, Brasil https://orcid.org/0000-0003-2091-649X

DOI:

https://doi.org/10.21270/archi.v10i9.5135

Palavras-chave:

Cárie Dentária, Dieta Cariogênica, Pré-Escolar

Resumo

A prática de alimentação, além de fatores secundários, recebe destaque na etiologia da Cárie na Primeira Infância (CPI). Essa doença é definida como a presença de uma ou mais superfícies dentárias cariadas, perdidas ou obturadas em crianças com idade inferior a 6 anos, tendo o presente estudo como objetivo avaliar as práticas alimentares na infância, bem como fatores secundários, e sua relação com a cárie dentária de pacientes atendidos na Clínica de Odontopediatria I e II da Universidade de Ribeirão Preto. Inicialmente, este estudo foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da UNAERP, o qual foi aprovado, e posteriormente, foi realizada a coleta de dados. Para a avalição, foi aplicado um questionário estruturado abordando alguns itens sobre hábitos da criança e seu responsável: Alimentação; Escovação; Erupção dentária; Dieta; Avaliação comportamental; Presença de lesões cariosas; entre outros. Após os dados serem tabulados e analisados de forma descritiva, foi possível evidenciar que das 34 crianças participantes do estudo, 97% realizaram amamentação natural (peito). A alimentação industrializada iniciou-se em 53% dos participantes entre 1 e 2 anos; 59% escovavam os dentes 3x/dia ou mais, sendo que 35% não recebiam auxílio. 97% utilizavam pasta de dente fluoretada. A maioria (65%) relatou não usar o fio dental; 53% tiveram o nascimento do primeiro dente antes dos 6 meses de idade e 38% entre 6 meses e 1 ano. 59% consomem doces 1x/dia, sendo que 79% nunca foram ao nutricionista. Ao exame clínico, 24% apresentaram lesão de mancha branca (75% ativa). É possível concluir que hábitos nocivos à saúde bucal de crianças pré-escolares podem resultar em consequências negativas para os elementos dentários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Mangueira DFB, Passos IA, Pereira AMBC, Oliveira AFB. Cárie e erosão dentária: uma breve revisão. Odontol Clin Cient. 2011;10:121-24.

Alhabdan YA, Albeshr AG, Yenugadhati N, Jradi H. Prevalence of dental caries and associated factors among primary school children: a population-based cross-sectional study in Riyadh, Saudi Arabia. Environ Health and Prev Med. 2018;23:60.

American Academy of Pediatric Dentistry. Policy on Use of Fluoride. AAPD. 2019-2020;55-6.

Seow WK. Early Childhood Caries. Pediatr Clin North Am. 2018;65:941-54.

Mazo-Tomé PLD, Suárez-Rodríguez M. Prevalence of Exclusive Breastfeeding in the Healthy Newborn. Bol Med Hosp Infant Mex. 2018;75:49-56.

Cascaes AM, Peres KG, Peres MA, Demarco FF, Santos I, Matijasevich A, et al. Validade do padrão de higiene bucal de crianças aos cinco anos de idade relatado pelas mães. Ver Saúde Pública. 2011;45:668-75.

Walsh T, Worthington HV, Glenny AM, Marinho VC, Jeroncic A. Fluoride toothpastes of different concentrations for preventing dental caries. Cochrane Database Syst Rev. 2019; 3(3): CD007868..

Worthington HV, MacDonald L, Pericic TP, Sambunjack D, Johnson TM, Imai P et al. Home use of interdental cleaning devices, in addition to toothbrushing, for preventing and controlling periodontal diseases and dental caries. Cochrane Database Syst Rev. 2019;4(4):CD012018.

Vaz MA, Oliveira GG, Pinheiro MS, Medeiros EFF. Suplementação na infância e a prevenção da carência de micronutrientes: Artigo de revisão. Rev Med Saúde Brasília. 2017;6(1):116-31.

Xavier AFC, Cavalcanti AL, Oliveira MC, Vieira FF. Antibióticos líquidos de uso pediátrico: caracterização físico-química. Rev HU. 2011;37:397-401.

Ancira-González L, Esparza-Villalpando V, Garrocho-Rangel A, Pozos-Guillén A. White Spot Lesion Remineralisation Agents in Primary Teeth: A Systematic Review. Oral Health Prev Dent. 2018;16:391-400.

Publicado

2021-07-18

Como Citar

Bento, L. I., Sousa, Y. T. C. S., Gonçalves, F. M. C., Emerenciano, N. G., & Danelon, M. (2021). Avaliação de fatores primários e secundários no desenvolvimento da cárie dentária em pacientes infantis: um estudo piloto. ARCHIVES OF HEALTH INVESTIGATION, 10(9), 1536–1543. https://doi.org/10.21270/archi.v10i9.5135

Edição

Seção

Original Articles

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.